Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Na Vila, Santos quer aproveitar instabilidade do Vasco para abrir vantagem

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil

Leandro Silveira, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2019 | 04h30

No confronto de maior peso da quarta fase da Copa do Brasil, o Santos recebe o Vasco, às 19h15 desta quarta-feira, na Vila Belmiro, tentando aproveitar o fator casa e a fase de instabilidade do rival para ficar em condições favoráveis na busca por uma vaga nas oitavas de final.

Como não conseguiram classificação à Libertadores deste ano, Santos e Vasco iniciaram a sua trajetória na Copa do Brasil ainda na primeira fase. O clube paulista passou por Altos-PI, América-RN e Atlético-GO, enquanto o time carioca bateu Juazeirense, Serra-ES e Avaí. Agora, então, vão duelar por uma vaga na próxima etapa do torneio.

Os times alvinegros, porém, chegam em momentos bem diferentes ao confronto. Embora tenha sido eliminado nas semifinais do Campeonato Paulista pelo Corinthians, o Santos tem recebido elogios pelo futebol ofensivo que vem exibindo nesta temporada, tanto que soma 14 gols marcados em quatro jogos disputados na Copa do Brasil.

Para o confronto na Vila Belmiro, Sampaoli não poderá contar com o lateral-esquerdo Felipe Jonatan, que já atuou pelo Ceará na Copa do Brasil, e o meia peruano Cueva, expulso no confronto da última quinta-feira com o Atlético-GO. Mas manterá a base que venceu o duelo por 3 a 0.

"Hoje estamos tranquilos porque estamos encontrando a forma de jogar. Sabemos que o Vasco é um time difícil e não podemos errar. Nosso time está preparado para jogar essa partida que vai ser muito importante. Vamos dar nosso melhor para definir o jogo em casa", afirmou Soteldo, que receberá mais uma chance como titular no setor ofensivo com Sampaoli.

Assim, o treinador argentino manterá Everson no gol, com Gustavo Henrique tendo sido o escolhido para formar a dupla de zaga com o colombiano Felipe Aguilar. E após voltar a atuar na Vila Belmiro contra o Atlético-GO após quase três meses longe de casa, o time espera contar com o apoio do seu torcedor no estádio, ainda que apenas 6,1 mil ingressos tenham sido vendidos antecipadamente para o confronto.

Descansado, pois teve quase uma semana de preparação para o confronto, o Santos, espera aproveitar a má fase, a irregularidade e o desgaste do Vasco nesta quarta-feira. Afinal, o time não vem tendo descanso nos últimos dias, pois fez jogo decisivo com o Avaí no último meio de semana pela Copa do Brasil e está envolvido na decisão do Campeonato Carioca contra o Flamengo.

Para piorar, a derrota por 2 a 0 para o rival no domingo, no Engenhão, deixou o técnico Alberto Valentim mais pressionado, além de ter diminuído drasticamente as chances de conquista do título estadual e indicado a fragilidade do elenco, tanto que a diretoria está em busca de reforços para o Campeonato Brasileiro. Assim, o time espera ter uma boa atuação na Vila Belmiro para melhorar o clima e aumentar as esperanças de reverter a vantagem do Flamengo.

Não será fácil, porém, ainda mais que o time estará com o sistema defensivo desfalcado pelas ausências do goleiro Fernando Miguel e o zagueiro Leandro Castán, ambos lesionados. E eles serão substituídos por dois jogadores formados nas divisões de base do Vasco, Gabriel Félix e Ricardo Graça, que formará a dupla de zaga com Werley.

Até pelas ausências, o Vasco deverá adotar postura mais defensiva na Vila Belmiro, apostando em contra-ataques e na velocidade para conquistar um resultado que o deixe em condições favoráveis para o confronto da semana seguinte em São Januário.

"O Campeonato Carioca é importante, mas sabemos que a Copa do Brasil é muito mais. Te dá uma condição financeira muito boa. É um título de expressão. Saímos do primeiro jogo da final do Estadual muito chateados, mas temos que lamber as feridas e voltar com a cabeça erguida. O jogo contra o Santos será muito difícil e temos que entrar firmes e concentrados", afirmou Werley, lembrando que uma boa campanha na Copa do Brasil será importante para a combalidas finanças vascaínas.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS X VASCO

SANTOS - Everson; Victor Ferraz, Aguilar, Gustavo Henrique e Diego Pituca; Alison, Carlos Sánchez e Jean Mota; Rodrygo, Derlis González e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

VASCO - Gabriel Félix; Cáceres, Werley, Ricardo Graça e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro, Yago Pikachu (Andrey), Bruno César (Lucas Santos) e Marrony; Tiago Reis (Maxi Lopez). Técnico: Alberto Valentim.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

HORÁRIO - 19h15.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.