Gilvan de Souza/Divulgação
Gilvan de Souza/Divulgação

Na volta ao Maracanã, Flamengo encara o Barra Mansa

Rubro-negro 'estreia' o estádio em 2015 após imbróglio com a Ferj. Adversário deve salários a atletas e funcionários desde novembro

RONALD LINCOLN JR., O Estado de S. Paulo

04 de fevereiro de 2015 | 07h17

Único dos quatro grandes do Rio a não vencer na estreia do Campeonato Carioca, o Flamengo enfrenta o Barra Mansa, nesta quarta-feira, às 22 horas, em busca de sua primeira vitória em 2015. A partida vai ser a primeira da temporada do Maracanã, no Rio, após o imbróglio entre clubes e a Federação de Futebol do Rio (Ferj), que quase pôs em xeque a utilização do estádio nesta competição.

Conforme o técnico Vanderlei Luxemburgo indicou no treino desta terça-feira, o Flamengo terá três novidades quanto à formação que iniciou no empate por 1 a 1 contra o Macaé, na primeira rodada. Contundidos, Leó Moura e Paulo Victor vão ser substituídos por Pará e César, respectivamente. No meio de campo, Márcio Araújo ganhou a posição de Cáceres.

Mais uma vez entre os titulares, o meia Arthur Maia vai realizar a sua estreia no Maracanã. "A ansiedade é natural, mas precisamos ter tranquilidade no momento certo para decidir a jogada", afirmou o meia, que revelou ser rubro-negro desde a infância. "Vim algumas vezes ao Maracanã, mas fiquei no banco. Então sempre vêm as lembranças do passado na cabeça, como o gol do Pet (Petkovic) em 2001".

Outro estreante no Maracanã, o time do Barra Mansa vai para o jogo com problemas extracampo. O clube passa por dificuldades financeiras e não está conseguindo honrar os salários dos jogadores e funcionários. Alguns deles tem vencimentos atrasados desde novembro.

Houve, inclusive, uma paralisação nesta semana de atletas e comissão técnica para tentar chegar em um acordo com a diretoria do clube. Por enquanto, está garantida a participação da equipe no duelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.