Christian Bruna/EFE
Christian Bruna/EFE

Na volta de Neuer à Alemanha, Áustria vence de virada e quebra tabu de 32 anos

Goleiro do Bayern de Munique volta à seleção com derrota por 2 a 1, fora de casa

Estadão Conteúdo

02 Junho 2018 | 17h30

No jogo que marcou o retorno do goleiro Neuer à seleção alemã, depois de o capitão do time nacional ficar afastado desde setembro do ano passado devido a uma fratura no pé esquerdo, a Alemanha decepcionou neste sábado ao ser derrotada de virada pela Áustria, por 2 a 1, na casa da adversária, em Klagenfurt, em amistoso de preparação para a Copa do Mundo da Rússia, que começa no próximo dia 14.

+ Kane marca e Inglaterra vence Nigéria em penúltimo amistoso antes da Copa

+ Gabriel Jesus tem seu plano para crescer e se tornar celebridade

Recuperado da grave lesão, Neuer atuou como titular durante todo o confronto, no qual retornou após provar nos treinamentos ao técnico Joachim Löw e sua comissão que estava plenamente pronto para atuar após o problema que o tirou dos gramados por um longo período.

Essa foi, por sinal, a segunda derrota seguida da Alemanha neste período de preparação para o Mundial. No final de março, os alemães foram batidos por 1 a 0 pelo Brasil, em Berlim, no reencontro da seleção nacional com o rival após a goleada por 7 a 1 sofrida pelo time comandado por Felipão na semifinal da Copa de 2014, no Mineirão.

Neste seu retorno aos campos também para uma partida oficial, pois não atuava desde setembro do ano passado, Neuer exibiu uma boa atuação e não teve qualquer culpa pelos gols marcados pelos austríacos. O goleiro praticou boas defesas e praticamente assegurou o seu nome na lista final de 23 convocados da Alemanha para a Copa, que será anunciada por Joachim Löw na segunda-feira, prazo final estabelecido pela Fifa.

O JOGO

O amistoso deste sábado em Klagenfurt começou com mais de 100 minutos de atraso por causa do tempo ruim na Áustria, atingida por uma chuva torrencial antes de a bola rolar no Woertherseestadion, que recebeu pouco mais de 29 mil torcedores. E o público local presenciou uma partida histórica para a Áustria, pois a seleção do país quebrou um tabu de 32 anos sem conseguir vencer a Alemanha.

Escalada sem vários jogadores considerados titulares, a Alemanha saiu na frente no placar aos 11 minutos do primeiro tempo. Após uma saída errada de Joerg Siebenhandl em uma reposição de bola com o pé, Mesut Özil aproveitou o presente que ganhou, invadiu a área pela direita e bateu no canto esquerdo alto do goleiro para fazer 1 a 0.

Depois disso, porém, a seleção austríaca passou a exibir maior volume ofensivo e começou a pressionar os alemães. Em uma das investidas do ataque adversário, Neuer apareceu pela primeira vez com maior destaque ao praticar grande defesa após chute de Grillitsch em seu contrapé.

Aos 7 minutos da etapa final, porém, não houve como Neuer evitar o primeiro gol da Áustria. Após escanteio cobrado pelo lateral Alaba, do Bayern de Munique, pelo lado direito, Hinteregger recebeu no segundo pau, nas costas da zaga, e acertou um lindo chute de primeira pelo alto no canto esquerdo baixo do goleiro alemão.

O gol incendiou a torcida austríaca e a seleção da casa seguiu pressionando os alemães, que só não tomaram a virada logo em seguida, aos 9 minutos, porque Neuer fez grande defesa em finalização de Arnautovic cara a cara com o goleiro.

A Alemanha pouco conseguia chegar ao ataque e Löw resolveu sacar o meia Brandt e o atacante Leroy Sané, promovendo as entradas de Werner e Marco Reus, aos 21 minutos. Porém, pouco depois, aos 23, os austríacos fizeram o gol da virada.

Em bela troca de passes que começou pelo lado esquerdo e foi finalizada pelo lado direito do ataque, Alessandro Schoepf recebeu da direita e chutou cruzado, mais uma vez sem chances para Neuer, para fazer 2 a 1 para a equipe da casa.

Löw aproveitou que poderia promover várias modificações para também colocar em campo o meio-campista Draxler e o atacante Mario Gomez, sacando Petersen (estreante pela seleção neste sábado) e Özil, mas a Alemanha seguiu sem poder ofensivo e voltou a ser derrotada em um amistoso.

Após encarar os austríacos, a Alemanha fará novo amistoso no dia 8 de junho, contra a Arábia Saudita. Na Rússia, a estreia no Mundial será contra o México, no dia 17, em Moscou, pelo Grupo F da competição. Os outros jogos dos alemães pela primeira fase do torneio vão ser contra a Suécia, no dia 23, e Coreia do Sul, no dia 27.

Fora da Copa, a Áustria será adversária da seleção brasileira no último amistoso do time de Tite para o Mundial, no dia 10 de junho, em Viena.

SUÉCIA X DINAMARCA

Em outro confronto preparatório para a Copa do Mundo encerrado há pouco, a Suécia e a Dinamarca ficaram no 0 a 0, na Friends Arena, em Solna, cidade que fica nos arredores de Estocolmo.

Responsáveis pela histórica queda da Itália na repescagem das Eliminatórias Europeias, os suecos farão estreia na Copa no dia 18 de junho, contra a Coreia do Sul, em Novgorod. Já os dinamarqueses abrirão campanha no Mundial contra o Peru, no dia 16, em Saransk.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.