Na volta de Rogério, São Paulo supera Flu e é vice-líder

Foram 127 dias de espera, mas não em vão, uma vez que o São Paulo venceu o Fluminense por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no Morumbi, em partida válida pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e que marcou o retorno do goleiro Rogério Ceni, recuperado de uma fratura no tornozelo esquerdo.

ALAN RAFAEL VILLAVERDE, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 00h16

Agora já são sete vitórias consecutivas do São Paulo, que chega aos 36 pontos, assumindo a vice-liderança, um ponto atrás do Palmeiras. O que parecia impossível antes da chegada do técnico Ricardo Gomes agora é mais do que mera constatação: o time entrou de vez na luta pelo seu sétimo título da competição, o quarto de forma consecutiva.

Já o Fluminense, que desta vez foi apenas coadjuvante do jogo - nos últimos três confrontos contra a equipe são-paulina tinha obtido duas vitórias e um empate -, continua com seus 15 pontos, na penúltima posição, mantendo o pesadelo do rebaixamento ainda mais vivo.

Como esperado, a torcida do São Paulo fez questão de ovacionar a volta de seu ídolo assim que Rogério Ceni pisou no gramado. Apesar da receptividade, o goleiro agiu com naturalidade. "É normal voltar a jogar. É claro que tudo muda quando se fica parado o tempo que eu fiquei, mas é apenas questão de começar o jogo e readquirir a noção espacial do gol e ritmo."

O ritmo almejado por Rogério Ceni não virá em apenas um jogo, mas sinais de sua recuperação foram vistos, principalmente aos 42 minutos da primeira etapa, quando o goleiro foi pego de surpresa por um chute que desviou na zaga, deixando a bola em seu contrapé. Mostrando agilidade, o são-paulino precisou colocar pressão sobre o tornozelo esquerdo para arrancar em direção ao canto direito e segurar a bola.

O retorno tranquilo, no entanto, teve um revés já nos acréscimos do segundo tempo, quando Rogério Ceni voltou a sentir dores no tornozelo. Depois de um rápido atendimento, o goleiro logo voltou a jogar, não preocupando para a próxima rodada. "Enrosquei o pé na grama e senti dor na hora. Mas eu acho que não é nada e estarei em campo no próximo jogo", avisou o jogador.

VANTAGEM - O São Paulo dominou a primeira etapa, mas marcou apenas um gol, que aconteceu aos 22 minutos, quando uma bela tabela foi formada no meio-campo, culminando na conclusão precisa de Richarlyson, que passou por dois marcadores antes de tocar na saída do goleiro Rafael.

Jean teve a chance de ampliar o placar aos 28 minutos, quando pegou o rebote na marca do pênalti, após jogada de Arouca. O jogador, porém, se precipitou e chutou forte, por cima do gol.

DECLÍNIO - O bom jogo da primeira etapa sumiu na segunda para o São Paulo. Como precisava ao menos do empate, o técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, deixou o esquema com três zagueiros para jogar com mais um meia.

Aos poucos, o clube carioca adiantou a marcação e criou dificuldades para o São Paulo, que teve apenas duas finalizações, fazendo com que Ricardo Gomes, preocupado, colocasse Zé Luís no lugar de Dagoberto no fim, com a intenção de segurar o placar mínimo no Morumbi.

Agora, o São Paulo enfrenta o Atlético-PR no domingo, às 16 horas, na Arena da Baixada, enquanto o Fluminense encara o Barueri, no mesmo dia e horário, no Maracanã.

Ficha Técnica:

São Paulo 1 x 0 Fluminense

São Paulo - Rogério Ceni; Rodrigo, André Dias e Richarlyson; Jean, Arouca, Hernanes, Jorge Wagner (Hugo) e Júnior César; Dagoberto (Zé Luís) e Washington (Borges). Técnico: Ricardo Gomes.

Fluminense - Rafael; Ruy, Edcarlos (Marquinho), Luiz Alberto e João Paulo; Cássio, Fábio Santos, Diogo (Alan) e Conca; Roni e Kieza (Adeílson). Técnico: Renato Gaúcho.

Gols - Richarlyson, aos 22 minutos do primeiro tempo.

Árbitro - Arilson Bispo da Anunciação (BA).

Cartões amarelos - André Dias, Dagoberto, Richarlyson, e Hernanes (São Paulo); Diogo, Ruy, Marquinho e Fábio Santos (Fluminense).

Renda - R$ 519.125,00.

Público - 22.072 pagantes.

Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.