Pedro Souza/Atlético-MG
Pedro Souza/Atlético-MG

Nacho brilha na estreia, Hulk desencanta e Atlético-MG vence em volta de Cuca

Argentino tem ótima atuação na vitória sobre o Coimbra por 3 a 0, nesta sexta-feira, pelo Campeonato Mineiro

Redação, Estadão Conteúdo

19 de março de 2021 | 19h41

O Atlético-MG vai para o recesso do futebol em Minas Gerais com folga na liderança do Campeonato Mineiro. Nesta sexta-feira, viu o estreante Nacho Fernández brilhar na vitória sobre o Coimbra por 3 a 0. O argentino marcou, deu assistência e sofreu pênalti em dia que marcou o retorno do técnico Cuca ao clube e registrou o primeiro gol de Hulk.

Com o triunfo sobre o Coimbra, o Atlético-MG subiu para os 15 pontos, mantendo a campanha perfeita. No momento, tem seis pontos de vantagem sobre o vice-líder América. Vale lembrar que todos os concorrentes ainda atuam até domingo, mas ao menos três pontos a mais terá no encerramento da rodada.

O futebol mineiro para a partir de segunda-feira obedecendo a onda roxa no Estado. A fase mais restritiva é dedicada ao isolamento total por causa do combate ao agravamento da covid-19. Atividades esportivas estão impedidas.

Hyoran, Nathan e até Guilherme Arana improvisado. O Atlético-MG sofreu muito na temporada passada para encontrar um meia que desse regularidade ao time. Oscilou bastante e viu no argentino Nacho Fernández, do River Plate, virar uma solução para se redimir em 2021. Investiu e já colheu frutos.

O primeiro jogo do armador foi perfeito. E marcou também a reestreia do técnico Cuca no comando do time. Desde a conquista da Libertadores, em 2013, que ele não sentava no banco de reservas do Atlético-MG. Voltou para resgatar as conquistas importantes aos mineiros.

No Mineirão sem público, o Coimbra parecia não disposto a ser coadjuvante. Assustou de cara e ainda teve um gol mal anulado. Apesar de criar polêmicas, o VAR fez falta, para desespero dos visitantes.

O erro acabou custando caro numa primeira etapa com show de Nacho. O argentino mostrou em seu primeiro ato no Mineirão que será muito útil ao Atlético-MG. Começou sua jornada com uma falha de passe. Depois, mostrou todo seu repertório.

Antes do intervalo, Nacho abriu o marcador em jogada iniciada por Alonso e com assistência de Vargas. Depois, serviu Igor Rabello em cobrança de escanteio e ainda sofreu pênalti para o primeiro gol de Hulk em cobrança indefensável.

Com a imensa vantagem no placar, o Atlético-MG voltou mais relaxado para a etapa final. Cuca pôde rodar o elenco e testar outras opções. Observou ex-titulares e ainda manteve o bom desempenho defensivo, com o goleiro Everson quase não trabalhando.

Nacho seguiu até o fim e, por pouco, não aumentou o placar. Em cobrança de falta e após cruzar para Sasha, que perdeu o gol. Um belo cartão de boas-vindas do argentino.

O próximo compromisso do Atlético-MG será a visita à Caldense. Inicialmente marcado para quarta-feira, o jogo será realizado em data futura ainda não definida por causa da pandemia de covid-19.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.