Nacional reduz ingressos ao Estudiantes pela metade

A pressão dos insatisfeitos torcedores uruguaios foi fundamental à mudança para o jogo do dia 1.°

Agencia Estado

23 de junho de 2009 | 16h57

A direção do Nacional, do Uruguai, reduzirá pela metade os ingressos que distribuiria aos torcedores do Estudiantes, da Argentina, para o jogo de volta da semifinal da Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. A pressão dos torcedores uruguaios, insatisfeitos com a carga de ingresso disponível para o time local, foi fundamental à mudança.

Veja também:

especialLeia mais da Libertadores no canal especial

tabela Copa Libertadores - Classificação e Calendário 

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Foi um pouco uma resposta ao clamor popular dos torcedores. Agora, estamos em negociação com a direção do Estudiantes para ver como podemos resolver melhor isso", afirmou Alejandro Balbi, dirigente do Nacional.

A princípio, seriam destinados oito mil ingressos aos argentinos pelo preço total de US$ 240 mil, mas depois da pressão foram entregues apenas quatro mil. No jogo de ida, que se realizará nesta quinta-feira, o Estudiantes disponibilizou três mil ingressos para os adversários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.