Nacional x São Paulo terá um duelo de 'gigantes'

Com 1,92 m de altura, zagueiro Alex Silva tentará parar o atacante Richard Morales, quatro centímetros mais alto

Agência Estado,

29 de abril de 2008 | 17h58

Um duelo curioso irá acontecer nesta quarta-feira no Estádio Parque Central, em Montevidéu (Uruguai), quando São Paulo e Nacional se enfrentarem na primeira partida das oitavas-de-final da Libertadores. De um lado estará Alex Silva, zagueiro são-paulino de 1,92m. E do outro, o atacante Richard Morales, principal arma do time uruguaio, que é quatro centímetros mais alto do que o defensor adversário. Veja também: São Paulo tenta mostrar força no início do mata-mata "Realmente nunca marquei um adversário maior do que eu", admitiu Alex Silva, que recebeu o apelido de Pirulito dos companheiros justamente pela altura. A marcação sobre o "grandalhão" do Nacional foi um pedido do técnico Muricy Ramalho, que está bastante preocupado com Richard Morales. A ordem é ter atenção total com ele, principalmente nas jogadas de bola parada. "Tive uma conversa com o Muricy sobre o assunto e vou ficar atento ao Morales. Também sou alto e vamos ver quem vai levar na impulsão", avisou Alex Silva, que também espera ajudar no ataque. Foi dele o gol (de cabeça) na vitória do São Paulo sobre o Atlético Nacional, por 1 a 0, na semana passada, no Morumbi, pela Libertadores. "Ele também terá que tomar cuidado comigo lá na frente." Mas não é apenas Richard Morales que está tirando o sono do treinador do São Paulo. A bola aérea do Nacional assusta. Tanto que Muricy trabalhou muito o posicionamento defensivo nos treinos que antecederam o jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.