Naldo marca e Wolfsburg vence a segunda seguida

Depois de amargar a zona de rebaixamento, o Wolfsburg alcançou neste domingo a sua segunda vitória seguida, a terceira em quatro partidas no Campeonato Alemão. Mesmo jogando fora de casa, a equipe dos brasileiros Josué, Naldo e Diego venceu o Hoffenheim, por 3 a 1, no fechamento da 12.ª rodada da competição. O zagueiro marcou de falta o terceiro do seu time.

AE, Agência Estado

18 de novembro de 2012 | 16h28

O resultado tira o Wolfsburg da briga contra o rebaixamento e alça a equipe à 13.ª posição, com 14 pontos, passando exatamente o Hoffenheim, que segue estacionado nos 12, agora no 14.º lugar.

O placar foi aberto logo aos 7 minutos, quando Olic cruzou da esquerda e o japonês Hasebe pegou a sobra no segundo pau para marcar. O segundo, aos 24, começou nos pés de Josué, que roubou a bola na entrada da área e tocou para Dost. O holandês invadiu a área pela direita e bateu cruzado, na saída do goleiro.

Aos 33 da segunda etapa, quando o Hoffenheim pressionava para tentar descontar, Naldo fez o terceiro. O zagueiro bateu falta rasteira, por baixo da barreira, e surpreendeu o goleiro Wiese. Mas ainda deu tempo de, no finalzinho, Derdiyok descontar, de cabeça.

WERDER TAMBÉM VENCE - Em casa, o Werder Bremen virou sobre o Fortuna Dusseldorf e venceu por 2 a 1. De pênalti, Langeneke abriu o placar para os visitantes logo aos 10 minutos de partida. O empate veio no começo da segunda etapa, quando Petersen testou firme no chão e deixou tudo igual. A virada do Werder aconteceu a oito minutos do fim, com o belga De Bruyne completando cruzamento da esquerda.

Agora o Werder Bremen está no sétimo lugar, com 17 pontos, a cinco do G4, grupo de classificação para a Liga dos Campeões. Já o Dusseldorf aparece em 16.º, com 11 pontos, ocupando o posto que o obrigaria a jogar um mata-mata contra o terceiro colocado da segunda divisão para seguir na elite do futebol alemão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato AlemãoWolfsburg

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.