Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Nani vê futuro incerto, mas descarta voltar a Portugal

Meia se vê acima do atual nível português

AE, Agência Estado

16 de junho de 2013 | 16h31

LISBOA - O meia-atacante português Nani, do Manchester United, disse que sua continuidade no clube inglês não está assegurada. O jogador afirmou, contudo, que não pretende voltar a atuar por algum time de seu país. "Tenho respeito pelos clubes portugueses, especialmente pelo Sporting, mas também pelo Benfica e pelo Porto. Creio, contudo, que isso não seja viável. Meu nível é outro", comentou.

Titular da seleção portuguesa, Nani já teve papel de destaque no Manchester United, mas perdeu espaço na última temporada, quando ficou boa parte do tempo na reserva. Agora, com a recente mudança de treinador no clube inglês, após a aposentadoria de Alex Ferguson, que ficou 28 anos no cargo - foi substituído por David Moyes -, seu futuro é incerto. Mesmo assim, diz estar "tranquilo".

"Futuro? Não há futuro assegurado. Estou tranquilo. Tenho tudo nas mãos para decidir. Não estou dizendo que não vou ficar no Manchester, mas que vou pensar no que é melhor (para mim)", comentou Nani, que curte as férias em Portugal.

Aos 26 anos, Nani é um dos principais jogadores portugueses da atualidade. E um dos mais caros também. Em 2007, o Manchester United pagou 25 milhões de euros (cerca de R$ 71 milhões) ao Sporting Lisboa pelo jogador, que tem contrato até junho de 2014 com o clube inglês e cláusula de rescisão no valor de 50 milhões de euros (cerca de R$ 143 milhões).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester UnitedNanifutinter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.