Loic Venance/AFP
Loic Venance/AFP

Nantes homenageia Emiliano Sala durante treino: 'Ainda temos esperanças'

Busca pelo atacante argentino foram suspensas nesta quinta-feira na Grã-Bretanha

Redação, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2019 | 18h53

Os jogadores do Nantes prestaram homenagem ao atacante argentino Emiliano Sala. O presidente do clube, Waldemar Kita, reuniu o elenco e a equipe administrativa no gramado para demonstrar que ainda mantém a esperança de que o jogador esteja vivo.

"Temos de acreditar nisso para Emiliano e para sua família", disse o mandatário em nota divulgada pelo clube. "É difícil falar, o seu desaparecimento nos fere mais do que nunca, temos de nos manter unidos neste evento. O Nantes é uma família", prosseguiu.

As equipes de resgate ainda não encontraram o avião que desapareceu na segunda-feira. Além de Sala, estava no voo o piloto David Ibbotson. A polícia da ilha Guernsey, na Grã Bretanha, informou que as equipes de resgate "não estavam mais procurando ativamente" pelo avião.

"Estamos todos unidos em solidariedade. Não vamos fazer um minuto de silêncio, mas um minuto de aplausos, porque ainda temos esperança", afirmou o capitão do Nantes, Valentin Rongier.

Antes da homenagem dos jogadores, a família de Sala também se pronunciou para pedir que retomem as buscas. A aeronave com Sala desapareceu quando sobrevoava o Canal da Mancha, entre o norte da França e o sul da Grã-Bretanha. O avião Piper PA-46 desapareceu do radar a 20 quilômetros da ilha Guernsey, após decolar de Nantes para Cardiff, onde Sala iria integrar o elenco da equipe na disputa do Campeonato Inglês. Sala foi contratado em uma negociação de US$ 19 milhões (cerca de R$ 72,2 milhões).

Em sua carreira, Sala praticamente só atuou no futebol francês. Ele deixou a Argentina ainda na juventude para reforçar a base do Bordeaux. Após ser promovido ao time principal do clube, passou a ser emprestado para times menores, até se transferir para o Nantes, em 2015.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.