Sebastien Salom Gomis/AFP
Sebastien Salom Gomis/AFP

Nantes volta a campo com homenagens a Sala e empate diante do Saint-Étienne

Atacante iria se apresentar pelo Cardiff, mas fez sucesso vestindo a camisa de time francês

Redação, Estadão Conteúdo

30 Janeiro 2019 | 21h57

A volta do Nantes a campo foi marcada pela emoção. Na primeira partida do clube após o sumiço do avião que transportava o atacante Emiliano Sala, as homenagens tomaram conta do confronto diante do Saint-Étienne nesta quarta-feira, em casa. Ao final dos 90 minutos, empate por 1 a 1 pela 22.ª rodada do Campeonato Francês.

Sala estava no avião que desapareceu no último dia 21 próximo ao Canal da Mancha e que o transportava para se apresentar ao Cardiff, para onde se transferiria. Após uma semana de buscas, a polícia decretou o fim das operações que tentavam encontrar o atacante e o piloto na região de Guernsey.

Mas foi no Nantes que Sala atuou por quatro anos e onde marcou época. Por isso, a torcida e o clube não pouparam nas homenagens nesta quarta. Antes da bola rolar, um mosaico em 3D com o busto do argentino e seu nome foi erguido nas arquibancadas. Em campo, todos os jogadores do time entraram em campo com "Sala" escrito nas costas.

O momento mais emocionante, porém, aconteceu durante a partida. Quando o cronômetro marcava nove minutos, número utilizado na camisa pelo jogador, o árbitro interrompeu o confronto. Em campo, os jogadores aplaudiram Sala, enquanto nas arquibancadas a torcida cantava seu nome ininterruptamente.

Os gols da partida aconteceram no segundo tempo, após as expulsões do brasileiro Fábio, pelo Nantes, e de M'Vila, pelo Saint-Étienne. Cabella abriu o placar para os visitantes, mas Waris selou a igualdade.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.