Sebastien Nogier/Efe
Sebastien Nogier/Efe

Não celebrarei gol contra Atlético de Madrid, diz Fernando Torres

Atacante espanhol do Chelsea disse que é torcedor e tem muito respeito pelo clube que o revelou para o futebol

O Estado de S. Paulo

30 de agosto de 2012 | 16h07

MÔNACO - O Chelsea tem em Fernando Torres sua principal esperança de gols para a partida diante do Atlético de Madrid, nesta sexta-feira, em Mônaco, na decisão da Supercopa da Europa. Mas para o atacante enfrentar o clube onde foi formado não será tão fácil. Torcedor atleticano assumido, ele revelou que, em respeito à torcida, não comemorará se marcar um gol.

"Tenho que ter respeito com a gente que me deu tudo. É difícil para uma torcida ver um jogador depois que ele saiu do clube. Eu sei o que a torcida do Atlético significa para mim e o que significo para eles. Eles vão torcer pelo clube deles, como devem fazer. E eu, se marcar um gol, jamais comemoraria", disse, nesta quinta.

Torres chegou ao Atlético ainda criança e lá se tornou profissional. Por isso, apontou que o clube teve papel importante inclusive em sua criação pessoal, mas garantiu que quando o juiz der o apito inicial só pensará em conquistar o título com o Chelsea.

"O jogo não poderia ser mais especial. Não é só o clube de onde saí, mas também o lugar onde me formei. Todo mundo sabe que sou torcedor do Atlético, mas amanhã (sexta) é uma exceção. Vou estar com meus companheiros tentando ser campeão e sei que vai ser difícil, mas quando o árbitro apitar o final tudo voltará ao mesmo jeito", comentou.

Já pensando no futuro do time inglês, o atacante espanhol fez questão de elogiar o brasileiro Oscar e disse que espera fazer boas parcerias com ele. "Oscar é um grandíssimo jogador, falta este tipo de jogador. Vemos ele treinar um dia e sabemos que é um grande jogador e vai ser importante não só no futuro, mas também nesta temporada. É jovem, vai aprender algo mais, mas é um grande jogador e estou convencido que será muito importante para nós".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChelseaFernando Torres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.