'Não é decisão, tem 16 jogos depois', avisa Seedorf

A 22ª rodada do Brasileirão terá nesta quarta-feira um confronto entre Cruzeiro e Botafogo, os dois primeiros colocados da competição. Por isso mesmo, o jogo no Mineirão está sendo encarado por muita gente como uma final antecipada. Mas o craque holandês Seedorf, principal jogador do elenco botafoguense, pensa diferente. "Não é decisão, tem 16 jogos depois", avisou.

AE, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 17h25

O Botafogo está em segundo lugar, quatro pontos atrás do Cruzeiro (46 a 42). Diante desse cenário, uma derrota botafoguense no Mineirão deixaria o time mineiro com enorme vantagem na liderança. Mesmo assim, Seedorf ressalta que o grupo está encarando todos seus jogos no campeonato como finais, com o objetivo de chegar ao título brasileiro no final do ano.

"Nosso objetivo é chegar no final do ano no primeiro lugar. É um jogo maravilhoso, tem o valor de ser dos dois liderando. Não é decisão, tem 16 jogos depois. São três pontos, temos que encarar como todos os outros. Com uma atenção diferente, por ser o líder, com méritos. Vai ser um jogo bom para se jogar e assistir", avisou Seedorf.

"Tentamos viver cada jogo, porque cada um traz novidades. O nosso grupo e o nosso time, por causa de ter um elenco diferente, tem obrigação de olhar jogo por jogo. Só assim vai conseguir somar pontos. Fazer cálculos não adianta, para ser campeão tem que bater todos e chegar a mais pontos que os outros", explicou o holandês.

Apesar de reconhecer a força do adversário, que lidera o campeonato e ainda não perdeu no Mineirão nesta temporada, o astro do Botafogo mostra confiança na sua equipe. "Respeitamos muito o time do Cruzeiro, por como construíram os resultados, e vamos com a expectativa de fazer um grande jogo, tentando levar três pontos para casa. Vai ser um jogo muito disputado contra um time de grande qualidade", avaliou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoSeedorf

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.