'Não estamos no nível de Portugal', diz técnico checo

O técnico da República Checa, Michal Bilek, foi realista ao analisar a vitória de Portugal sobre sua equipe, por 1 a 0, nesta quinta-feira, em Varsóvia (Polônia), pelas quartas de final da Eurocopa. "Sabíamos que não estávamos no nível deles quando se trata de futebol", resumiu o treinador.

AE-AP, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 21h11

Depois de levar de 4 a 1 da Rússia na primeira rodada da fase de grupos, a República Checa se recuperou na competição, avançou às quartas de final, mas não teve chances contra o time português, melhor em campo desde o primeiro minuto.

"Na primeira etapa conseguimos equilibrar o jogo, mas no segundo fomos perdendo força e ficou fácil para Portugal fazer o gol", avaliou Bilek. Parecendo conformado, o treinador não se cansou de elogiar o time português e principalmente o astro Cristiano Ronaldo. "Ele é simplesmente melhor. Ele sabe jogar com a cabeça e com os dois pós."

Bilek, porém, lembrou também da ausência do lesionado Rosicky, "um jogador excepcional" e elogiou a campanha do seu elenco. "Toda a equipe mostrou personalidade e nunca desistimos. Foi umn grande sucesso chegar às quartas de final depois do jogo decepcionante contra a Rússia. Podemos manter nossas cabeças erguidas."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRepública ChecaEurocopa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.