'Não estou muito otimista'

'Não estou muito otimista'

Djalminha, campeão da Copa América de 97

Entrevista com

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2015 | 17h46

A culpa é do Dunga?

Mataram alguém? Não vejo culpa, vejo com naturalidade.

A culpa é da safra de jogadores?

Se você não tem jogadores melhores do que os outros, não pode ganhar com facilidade. Se tiver uma equipe claramente melhor que a outra, vai se impor. Como a Argentina, que pode até perder a Copa América, mas se impõe contra qualquer adversário. Ela tem o domínio total porque tem os melhores jogadores. A equipe brasileira não consegue se impor como antes. Não me lembro de uma seleção brasileira que tinha apenas um jogador que desequilibrasse. Sempre tinha pelo menos dois grandes jogadores, estrelas mundiais. Ficamos refém do Neymar na Copa.

A culpa é da estrutura do futebol brasileiro?

O Brasil tem de se fortalecer muito numa coisa que não é de sua característica: precisa ser forte taticamente. É um time que não tem capacidade de resolver jogos difíceis, com exceção do Neymar. Tomara que os craques voltem a aparecer, mas não estou muito otimista.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCBF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.