Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

'Não foi o que a gente queria', diz Lugano após empate com o vice-líder

Jogadores do São Paulo lamentara mais um tropeço da equipe dentro de casa

O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2016 | 18h18

O São Paulo continua longe dos melhores dias. Com o empate por 0 a 0 com o Flamengo no Morumbi, neste sábado, a equipe não consegue se afastar da zona de rebaixamento e pode terminar a rodada apenas dois pontos acima do Z-4. Na saída de campo, o discurso dos jogadores foi de lamentação com o resultado, mesmo com o rival sendo um dos favoritos ao título do Campeonato Brasileiro.

"Nós queremos resultado. Estamos procurando e não foi o que a gente queria. Um ponto não é suficiente, mas a cada jogo temos que somar", disse o zagueiro Lugano, um dos mais experientes do time e que vem atuando no lugar de Maicon, que ainda não se recuperou 100% de lesão. Para seu companheiro de zaga, Rodrigo Caio, o São Paulo foi melhor em campo, mas acabou parando na ineficiência do ataque e também citou um possível erro da arbitragem. "Gostaríamos da vitória, lutamos, tivemos várias chances concretas. O juiz não deu um pênalti legítimo no primeiro tempo. A gente batalhou, mas a vitória não veio. Corremos muito, tivemos a chance e infelizmente não entrou. Temos um jogo importantíssimo na quarta e a gente tem que ganhar".

Já o goleiro Dênis, que fez uma grande defesa em uma cabeçada de Leandro Damião já nos minutos finais do jogo, comemorou o fato da equipe não sair derrotada dentro de casa. "Tive a felicidade de conseguir prensar a bola com a perna. Foi uma defesa difícil, mas importante para não sair com a derrota, que seria muito frustrante", completou.

A próxima partida do São Paulo é já na próxima quarta-feira, contra o Sport, fora de casa, em um duelo direto contra a zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.