'Não gostaria de enfrentar um brasileiro nas oitavas', diz Tite

'Não gostaria de enfrentar um brasileiro nas oitavas', diz Tite

Técnico do Corinthians já faz projeções na Libertadores

Gonçalo Júnior, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2015 | 19h16

O técnico Tite foi direto e objetivo ao projetar a próxima fase da Copa Libertadores, para a qual o Corinthians já está classificado como primeiro colocado do Grupo 2. "Não gostaria de enfrentar um brasileiro na próxima fase. Vou ser bem direto. Gostaria do enfrentamento de outros. Inclusive gostaria só de pegar brasileiro na final", afirmou o treinador em entrevista coletiva no final da tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava.

No clássico desta quarta-feira, no Morumbi, o Corinthians, já classificado como líder do Grupo 2, enfrenta o São Paulo com o objetivo de aumentar sua pontuação e garantir o direito de decidir em casa a vaga nas próximas fases. Se vencer o São Paulo, o Corinthians chegará aos 16 pontos, dois a menos que o Boca Juniors, dono da melhor campanha. Isso significa que o Corinthians poderá decidir todos os próximos confrontos de mata-mata no Itaquerão, desde que não enfrente o rival argentino.

Ao afirmar que não gostaria de um confronto com brasileiros, Tite quer evitar exatamente o que aconteceu com o Boca Juniors, que obteve 100% de aproveitamento na primeira fase, mas vai enfrentar o arquirrival River Plate nas oitavas de final, que vai se classificar como o pior segundo colocado (todos os jogos desses dois grupos já foram realizados). Embora ainda falte a última rodada da fase de grupos e a disputa esteja aberta, um dos prováveis adversários do Corinthians é o Cruzeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.