Ricardo Taves/Agência Corinthians
Ricardo Taves/Agência Corinthians

'Não ligo para salário atrasado', diz Cristian, do Corinthians

Volante minimiza pendências financeiras

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2015 | 07h00

Cristian minimiza o atraso no pagamento de salários no Corinthians. Para o volante, “nenhum jogador fica pensando nisso”. No último dia 5, o Alvinegro acumulou mais um mês de atraso e os atletas receberam apenas o valor registrado em carteira. Os direitos de imagem referentes ao mês de maio não foram quitados.

“Não ligo para isso. Nem procuro saber. Parece que é o fim do mundo. Não é só o Corinthians, tem outro clubes devendo. A diretoria está correndo atrás para pagar. Nenhum jogador fica pensando nisso. Eu, particularmente, nem penso nisso de atraso”, disse o volante.

A declaração de Cristian ocorre dois dias depois de o meia Renato Augusto ter afirmado em entrevista ao canal Sportv que o atraso no pagamento de salários é “ruim” e “atrapalha” o elenco.

Contratado em janeiro, Cristian tem um dos maiores salários do elenco. O volante recebe cerca de R$ 400 mil por mês. Após amargar a reserva por seis meses, ele foi titular nos últimos dois jogos, contra Grêmio e Joinville e está mantido na equipe para a partida de sábado, contra o Internacional, no Itaquerão.

“Comparar salários de jogadores porque um não joga ou outra coisa, não tem nada a ver. No mundo todo é assim. Se você estiver ganhando bem, vou te criticar mais se não estiver fazendo uma matéria legal? O que fazemos dentro de campo não tem a ver com salário. É um pouco injusto, mas respeito e entendo. Se quiser cobrar, tem de cobrar lá no campo", disse Cristian.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.