Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

'Não podemos ganhar uma e afrouxar', diz Hernanes após empate do São Paulo

Time volta a tropeçar após triunfo sobre o Bragantino e perde liderança do Grupo D

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

09 de março de 2019 | 23h46

Mesmo fora de ritmo e distante de sua condição física ideal, o meia Hernanes mostrou que continua sendo o principal jogador do São Paulo. Foi dele a jogada do gol de empate por 1 a 1, que salvou a equipe de uma derrota diante da Ferroviária, neste sábado, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

Depois de seu segundo gol no torneio, Hernanes saiu preocupado com a irregularidade da equipe. Depois de encerrar uma sequência de três jogos sem vitória na rodada passada, com um triunfo sobre o Bragantino, o time de Vagner Mancini voltou a jogar mal. O time do Morumbi caiu para segundo no grupo D.

"Eu acho que temos que melhorar, ainda não está bom. Principalmente a gente vinha dois jogos sem tomar gols, consistência defensiva forte, hoje houve relaxamento, isso me preocupa. Ganhar uma partida e afrouxar nesse aspecto. É uma equipe jovem, tem que se se acostumar com o peso da camisa, temos que jogar para ganhar todos os jogos e dar a vida sempre", disse o meia de 33 anos.

Com o empate em casa, o São Paulo chega aos mesmos 14 pontos do Ituano, mas fica em segundo por ter uma vitória a menos (cinco contra quatro). O Oeste, terceiro, está logo abaixo com 12 e também na briga por uma das duas vagas.

Na próxima rodada, o rival será o Palmeiras no Pacaembu – a mudança foi confirmada ontem após novas chuvas que caíram no Morumbi, que seria o local do clássico. Na última rodada, o time enfrenta o São Caetano, fora de casa. “Não tem nada perdido. Precisamos vencer as partidas que faltam”, resumiu o atacante Pablo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.