Não sou um monstro, diz Cocito

Preocupado em apagar a imagem de "monstro" deixada quando, com um carrinho violento, fez Kaká sair chorando de campo na partida contra o São Paulo, na Arena da Baixada, pelas quartas-de-final do Brasileiro de 2001, o volante Cocito foi apresentado ontem no Parque São Jorge como novo reforço do Corinthians para o Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores. O jogador chega para ocupar a vaga de Vampeta, que se submeteu a cirurgia no joelho esquerdo na semana passada e deve ficar oito meses inativo. O choro de Kaká, mostrado pela televisão para todo o País, fez de Cocito um vilão.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.