Napoli anuncia renovação do contrato de Insigne até 2022

Italiano acerta novo vínculo válido até 2022

Estadão Conteudo

22 de abril de 2017 | 11h38

O atacante Lorenzo Insigne assinou neste sábado um novo contrato com o Napoli por cinco anos, o que o manterá vinculado ao clube da sua cidade natal até 2022. Insigne, que começou sua carreira nas divisões de base da equipe, há muito dizia que queria passar toda a sua carreira em Nápoles, mas as negociações para o novo acordo duraram meses.


"Estou muito feliz, meu sonho de criança tornou-se realidade", disse o jogador de 25 anos em uma entrevista coletiva ao lado do presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis. "Eu sempre sonhei em usar a camisa do Napoli e agora espero nunca tirá-la e ganhar troféus importantes com esta camisa. Eu cresci no Napoli de De Laurentiis, me tornei um homem aqui, bem como um jogador de futebol."


Insigne, que atuou por empréstimo no Foggia e no Pescara entre 2010 e 2012, já marcou 16 gols pelo Napoli nesta temporada em seu ano mais produtivo pelo clube. "Eu cresci no Napoli, mas, se alguém me dissesse há alguns anos que eu seria um símbolo do Napoli, eu não teria acreditado neles", disse Insigne. "Mas agora espero que dentro de cinco anos haja outra renovação porque meu sonho é jogar minha vida inteira com esta camisa."


Os pais de Insigne também estiveram presentes na entrevista coletiva. "Estou feliz também pela minha família e pelo meu pai que me acompanham todos os dias para os treinamentos", disse.


Não foram fornecidos detalhes financeiros sobre o novo contrato, mas as informações da imprensa italiana são de que o salário de Insigne aumentou de 1,2 milhão de euros por ano para 4,5 milhões de euros. "Estou feliz que Insigne tenha se tornado um símbolo do Napoli", disse De Laurentiis.


"Lorenzo cresceu com a gente mostrando todo o seu apego a esta camisa e a suas raízes. Ele sempre viveu com amor e paixão por esta região e quer se tornar uma lenda no Napoli. Não é um sentimento que todos têm, mas é a sensação que queremos nos nossos jogadores. Manter as pessoas contra sua vontade não ajuda ninguém. Você deve amar Nápoles, caso contrário, é melhor você sair. Ninguém força ninguém a jogar aqui. Queremos quem ama o Napoli e luta por esta camisa. E Lorenzo é um de nossos símbolos", concluiu o dirigente.


O Napoli é o terceiro colocado no Campeonato Italiano, a dois pontos da Roma, com quem briga pela segunda vaga automática na fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.