Ciro Fusco/EFE
Ciro Fusco/EFE

Napoli bate Udinese e avança às quartas na Copa da Itália

Atual campeão sofreu para se classificar. Após empate no tempo normal e na prorrogação, a vitória veio nos pênaltis, por 5 a 4

Estadão Conteúdo

22 de janeiro de 2015 | 21h05

Atual campeão, o Napoli sofreu bastante para conseguir a classificação às quartas de final da Copa da Itália. Nesta quinta-feira, no estádio San Paolo, em Nápoles, a equipe precisou da disputa por pênaltis, vencida por 5 a 4, para eliminar a Udinese. No tempo normal, empate por 1 a 1. Na prorrogação, nova igualdade por um gol. Por fim, coube ao centroavante argentino Higuaín marcar o gol decisivo logo após a cobrança defendida pelo goleiro Andujar em chute do brasileiro Allan.

Pelas quartas de final, o Napoli terá pela frente a Internazionale, que na última quarta-feira derrotou a Sampdoria por 2 a 0, em Milão. O duelo único por uma vaga nas semifinais está marcada para o dia 4 de fevereiro, em Nápoles. Os outros confrontos desta fase são: Milan x Lazio, Parma x Juventus e Roma x Fiorentina.

Com equipes bem modificadas para evitar o desgaste físico neste meio de temporada, Napoli e Udinese fizeram um jogo aberto. Logo aos 3 minutos, o time da casa teve a chance de abrir o placar em um pênalti cometido pelo brasileiro Gabriel Silva no colombiano Zapata. No entanto, o belga Mertens chutou no travessão. Daí até o intervalo, os napolitanos criaram várias chances e chegaram a mandar outra bola na trave, com Gargano, mas nada de gol.

Na segunda etapa, a Udinese resolveu se arriscar um pouco e teve sucesso. Em rápido contra-ataque aos 13 minutos, Cyril Thereau apareceu livre na frente de Andujar e abriu o placar para os visitantes. Na base da pressão, o Napoli foi ao ataque e conseguiu outro pênalti. Desta vez, o brasileiro Jorginho cobrou e empatou. Na sequência, Widmer foi expulso e deixou a equipe de Údine com um a menos, mas o tempo normal terminou mesmo na igualdade.

Na prorrogação, o Napoli se aproveitou da vantagem numérica em campo e fez o segundo gol, aos nove minutos do primeiro tempo, com o eslovaco Hamsik. Só que os napolitanos não esperavam que a Udinese tivesse forças para conseguir o empate, cinco minutos depois, com Kone em um bonito chute da entrada da área. Tudo igual de novo e vaga decidida na disputa por pênaltis, vencida pelo Napoli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.