Ciro de Luca/Reuters
Ciro de Luca/Reuters

Napoli faz 3 a 0 no Salzburg e abre boa vantagem na Liga Europa; Valencia ganha

Atuando em casa, time italiano marca com Milik, Ruiz e Mertens e pode perder por dois gols na partida de volta

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2019 | 19h22

Com remotas chances de título no Campeonato Italiano - foi derrotado pela líder Juventus, no último domingo, e está com 16 pontos de desvantagem -, o Napoli volta todas as suas atenções na parte final da temporada para a Liga Europa, a segunda competição de clubes mais importante do continente. Nesta quinta-feira, com seus titulares, derrotou o Red Bull Salzburg, da Áustria, por 3 a 0, no estádio San Paolo, em Nápoles, pela rodada de ida das oitavas de final.

Com o resultado obtido em casa, viajará à Áustria para o confronto da volta, na quinta-feira que vem, com uma boa vantagem. Poderá perder por até dois gols de diferença, ou até três desde que balance as redes, para se classificar às quartas de final. Um novo 3 a 0, desta vez para o Red Bull Salzburg, levará o duelo para uma prorrogação de 30 minutos e, se necessário, disputa por pênaltis.

O Napoli foi soberano em campo no primeiro tempo e com facilidade abriu 2 a 0 em apenas 18 minutos. Aos 10, aproveitando um erro na saída de bola do time austríaco, o centroavante polonês Milik ficou livre na frente do goleiro, o driblou e tocou para as redes. Pouco depois, o meia espanhol Fabian Ruiz pegou de primeira, sem deixar a bola cair no chão, da entrada da área para ampliar a vantagem.

Com a tranquilidade no placar, o Napoli se preocupou um pouco mais com a defesa e começou a dar espaços para o Red Bull Salzburg, que ameaçou com mais perigo somente depois do intervalo - o goleiro Meret teve que fazer algumas defesas para evitar que o time visitante diminuísse o prejuízo. A tática italiana foi explorar os contra-ataques e assim fez o terceiro, aos 13 minutos, com o gol contra do zagueiro Jerome Onguene.

Na Espanha, quem se deu melhor foi o Valencia, que derrotou o Krasnodar, da Rússia, por 2 a 1, no estádio Mestalla, em Valência. O atacante brasileiro naturalizado espanhol Rodrigo Moreno fez os dois gols do time da casa, ainda antes dos 25 minutos de jogo, mas os russos conseguiram um gol importante para o confronto ao marcarem com Viktor Claesson, aos 18 da etapa final.

Na quinta-feira que vem, na Rússia, o Krasnodar conseguirá a classificação se vencer por 1 a 0 ou por dois ou mais gols de diferença. O Valencia pode perder por um de vantagem caso o placar seja 3 a 2 em diante.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
futebolLiga EuropaNapoli

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.