Claudio Peri/EFE
Claudio Peri/EFE

Napoli goleia Roma por 4 a 1 e não desiste de brigar pelo título do Italiano

Time napolitano mantém distância de 15 pontos para a líder Juventus

Redação, Estadão Conteúdo

31 de março de 2019 | 12h34

As chances são mínimas, mas o Napoli não desiste de tentar se aproximar da Juventus. Neste domingo, o time de Nápoles foi à capital italiana e goleou a Roma, por 4 a 1, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Italiano.

Com o resultado, o Napoli soma 63 pontos, contra 78 da Juventus, a nove jogos do fim. Já a Roma, sexta colocada, continua com 47 pontos e fica mais longe de uma vaga na Liga dos Campeões.

O polonês Milik, aos 2 minutos, abriu o placar para o Napoli, ao mostrar grande domínio de bola para girar e bater bonito de pé esquerdo dentro da grande área. Perotti empatou para a Roma no último lance da primeira etapa, ao cobrar pênalti com categoria.

No segundo tempo, o Napoli conseguiu o segundo gol em um rápido contra-ataque, concluído pelo belga Mertens, aos 5 minutos. Aos 9, foi a vez de Verdi marcar, enquanto o libanês Younes fechou o placar.

O Atalanta manteve a boa campanha na temporada, ao vencer o Parma, fora de casa, por 3 a 1. Gervinho abriu o placar para o Parma, mas Pasalic e Zapata (2) garantiram a virada e a vitória do time de Bérgamo, que ocupa o quinto lugar, com 48 pontos, enquanto o adversário é apenas o 11º colocado, com 33 pontos.

Em Florença, Fiorentina e Torino empataram por 1 a 1. Giovanni Simeone, filho do técnico Diego Simeone, fez o gol do time da casa, enquanto Baselli igualou o placar para o time de Turim ainda na primeira etapa.

O Torino está em nono lugar, com 45 pontos, sete a mais que a Fiorentina, décima classificada.

Em Frosinone, o time da casa somou mais uma derrota, ao ser superado pelo SPAL por 1 a 0, gol marcado por Vicari, aos 13 minutos do primeiro tempo.

O SPAL chega aos 29 pontos, em 15º lugar, enquanto o Frosinone segue sua briga contra o rebaixamento, na 19ª colocação, com apenas 17 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.