Napoli permite empate do Milan e vê liderança distante

Embalado por duas vitórias seguidas - uma pela Liga Europa e outra pelo Campeonato Italiano -, o Napoli tinha tudo neste sábado para encostar na líder Juventus, que havia empatado sem gols com a Lazio mais cedo, em Turim, na abertura da 13.ª rodada. No lotado estádio San Paolo, em Nápoles, a equipe desperdiçou a oportunidade ao empatar com o Milan por 2 a 2, após ter a vantagem de dois gols no placar.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2012 | 20h13

Com 27 pontos, o Napoli segue na terceira colocação com cinco pontos de desvantagem para a Juventus. O segundo lugar está com a Internazionale, também com 27 pontos, que joga neste domingo contra o Cagliari, em Milão. Já o Milan, tentando se recuperar no campeonato, é apenas o 12.º colocado, com 15 pontos.

Em campo, o Napoli mostrou no início que queria os três pontos em casa. Com forte marcação, o time da casa não deu espaços ao Milan e conseguiu abrir o placar logo aos 4 minutos. O volante suíço Inler acertou um chute cheio de efeito e enganou o goleiro Abiatti.

A vantagem deu mais tranquilidade ao Napoli, que aproveitava as falhas de marcação do rival para criar chances de gol. Aos 30 minutos, o segundo gol saiu de uma tabela pelo meio da zaga milanista - Insigne recebeu pela direita, chutou forte e rasteiro e contou com um desvio em um oponente para fazer 2 a 0.

Na sequência, o preciosismo de Insigne não permitiu que o Napoli marcasse o terceiro - livre na área, quis tocar para o uruguaio Cavani ao invés de completar a jogada para o gol. Isso custou caro ao time da casa mais tarde. Ainda antes do intervalo, aos 44 minutos, o atacante El Shaarawy acertou um bonito chute no ângulo direito do goleiro De Sanctis e diminuiu para o Milan.

Na segunda etapa, o time visitante foi para o ataque em busca do empate, o que fez com o Napoli se acuasse e tentasse "matar" o jogo no contra-ataque, sua arma favorita. Teve chances, mas permitiu o empate do Milan, aos 37 minutos. O atacante brasileira Robinho, que havia entrado em campo poucos minutos antes, deu uma assistência na entrada da área para El Shaarawy, que tocou na saída de De Sanctis e fez o seu 10.º gol na competição - lidera a artilharia agora de forma isolada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato ItalianoNapoliMilan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.