Daniele Mascolo/Reuters
Daniele Mascolo/Reuters

Napoli derrota lanterna fora de casa e adia título da Juventus no Italiano

Time de Nápoles vence Chievo por 3 a 1, chega aos 67 pontos e agora torce por seis derrotas do time de Turim

Redação, Estadão Conteúdo

14 de abril de 2019 | 15h30

Não foi neste domingo que a Juventus pôde comemorar o octocampeonato italiano. O Napoli venceu por 3 a 1 e rebaixou o lanterna Chievo fora de casa, no estádio Marcantonio Bentegod, em Verona, e ainda tem chances, mesmo que muito remotas, de ser campeão.

Com 84 pontos, o time de Turim, batido pela SPAL no sábado, só não conquistará o torneio pela oitava vez consecutiva se perder os seus últimos seis jogos e o Napoli, vice-líder, agora com 67, vencer todos os seis compromissos que tem pela frente na competição. Logo, é uma combinação muito improvável de acontecer.

Dessa forma, a Juventus precisa ao menos de um empate contra a Fiorentina no próximo sábado, em Turim, para confirmar a conquista do título e ampliar ainda mais sua hegemonia na Itália. No mesmo dia, o Napoli jogará contra a Atalanta, no San Paolo.

O revés em casa consumou o rebaixamento do Chievo à segunda divisão nacional. O time Verona soma apenas 11 pontos, 20 a menos do que o Bologna, primeiro time fora da zona de rebaixamento e, com 18 pontos em disputa, não consegue mais escapar da zona do descenso.

O zagueiro senegalês Kalidou Koulibaly teve dia de artilheiro. Ele balançou as redes duas vezes, no primeiro e no último gol do time visitante. O polonês Arek Milik fez o segundo do Napoli e os anfitriões, já nos acréscimos, descontaram com o esloveno Bostjan Cesar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.