Narciso volta a Santos para recomeço

O volante Narciso espera começar uma vida nova a partir de amanhã, quando retorna a Santos. Na quarta-feira, ele vai reencontrar seus companheiros de trabalho e retomar as atividades de atleta profissional. É verdade que os treinamentos físicos serão muito leves, adequados a um atleta que teve de abandonar os campos para disputar a partida mais importante para ele, que não valia um título, mas sua própria vida.Essa luta começou em janeiro de 2000, quando Narciso deixou a pré-temporada do Santos para realizar exames de emergência. Poucos dias depois, o diagnóstico: leucemia mielóide. Em abril, ele recebeu em transplante a medula de sua irmã Nilda, numa operação que teve sucesso, mas o obrigou a um ano de tratamento para, finalmente, receber alta médica.Ainda não se sabe se ele terá condições de voltar a jogar futebol, mas a esperança é grande. Por enquanto, os exercícios de fisioterapia terão como objetivo o aumento de sua resistência física.Se a volta ao CT Rei Pelé é motivo de alegria para Narciso, seu futuro ainda é uma incógnita. Ele conta com o compromisso do presidente Marcelo Teixeira de renovar seu contrato até o final do ano e espera receber, pelo menos, parte dos salários atrasados há vários meses. Nos últimos tempos, o volante preferiu se recuperar em Neópolis (SE), perto da família.

Agencia Estado,

17 de junho de 2001 | 09h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.