Nascimento da filha motiva Henrique no Santos

O volante Henrique tem motivo de sobra para entrar motivado no clássico diante do Corinthians, neste domingo, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador tornou-se pai na última segunda-feira, com o nascimento de Alícia, e agora não vê a hora de entrar em campo para ajudar o Santos.

AE, Agência Estado

14 de setembro de 2011 | 14h21

"Filha é sempre bom. Ser pai é uma das maiores emoções e pude sentir isso na segunda. Estou feliz, é muito gratificante ver uma coisa que é sua nascendo. Ela veio para me motivar e crescer cada vez mais", declarou, nesta quarta-feira.

Será o segundo clássico de Henrique diante do Corinthians, desde que chegou ao Santos em julho. No primeiro - empate por 0 a 0 na Vila Belmiro -, o volante teve dimensão da importância da partida.

"Já vivenciei a primeira partida. Vi como é. É tudo diferente. Deu empate aqui, mas a gente sabe da importância desse jogo. Sabemos o que gera esse jogo. Vencendo, a gente vai crescer muito na competição", afirmou.

De acordo com o jogador, uma vitória diante do líder pode colocar o Santos na briga pelo título. A diferença entre as equipes é de 14 pontos, mas o time da Vila Belmiro tem dois jogos a menos na competição.

"Clássico tem visibilidade maior. A motivação da vitória é sempre maior. O entusiasmo de todos é lá em cima. E esse é um jogo muito importante, diante do líder. Se vencermos, a gente se motiva para brigar direto pela competição", apontou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.