Nasr coloca Force India como opção para 2017, mas diz que nada foi conversado

Piloto deve ser o único brasileiro a disputar a Fórmula 1 na próxima temporada

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2016 | 22h20

Com Felipe Massa já descartado para a temporada de 2017 - o veterano piloto da Williams anunciou há algum tempo que não correrá mais na Fórmula 1 -, resta ao Brasil a esperança de que Felipe Nasr continue na categoria para o país de tantos campeões mundiais não ficam sem qualquer representante nas pistas. O atual piloto da Sauber ainda não definiu seu futuro, que pode até ser em uma nova escuderia: a Force India.

O brasileiro é um nome cotado para assumir a vaga deixada pelo alemão Nico Hülkenberg, que vai para a Renault, na Force India. No entanto, Felipe Nasr garantiu que ainda não conversou com a equipe. "É uma opção, sim. Mas, até agora, nós não conversamos com a Force India. Não há nada que eu tenha para adiantar dessa história. Entendo que é uma vaga que todo mundo está olhando porque é no time que em melhor fase está entre os disponíveis", disse, em entrevista ao site da Fórmula 1.

Também podendo renovar com a Sauber, o brasileiro comentou que espera definir o seu futuro na Fórmula 1 já na próxima etapa - o GP do Brasil, em casa, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. "Vamos esperar até o GP do Brasil. Estamos trabalhando duro no meu futuro. Da minha parte, tem muita coisa acontecendo, então eu espero que a gente tenha uma definição cedo", completou.

Além da Force India, a Sauber, a Renault, a Haas, a Manor e a Williams ainda não fecharam as suas escalações para a temporada de 2017 da Fórmula 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.