Náutico bate São Caetano e se aproxima dos líderes

A equipe alcançou o terceiro lugar, com 30 pontos, três a menos que a Ponte e seis abaixo da Lusa

AE, Agência Estado

17 de agosto de 2011 | 00h25

RECIFE - O Náutico deu mais um passo rumo ao topo da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira. No Estádio dos Aflitos, em Recife, venceu o São Caetano por 2 a 1 e se aproximou dos líderes, que tropeçaram na rodada. A Portuguesa perdeu e a Ponte Preta empatou.

Agora, o Náutico alcançou o terceiro lugar, com 30 pontos, três a menos que a Ponte e seis abaixo da Lusa. O São Caetano segue com uma campanha muito fraca na competição. Com este tropeço, acumulou a quinta derrota seguida. Com 19 pontos, ocupa a 18ª colocação, dentro da zona de rebaixamento.

A partida começou muito movimentada, com o Náutico partindo com tudo para o ataque. Ricardo Xavier levava perigo nos chutes de longa distância. De tanto pressionar, os pernambucanos abriram o placar aos 27 minutos. Kieza fez boa jogada na linha de fundo e cruzou na área. Rogério desviou a bola, mas Souza acabou batendo contra o próprio gol e abriu o placar.

Em cima, aos 33 minutos, Derley bateu de fora de longe e acertou o travessão de Leandro. Mas, num contra-ataque, o São Caetano empatou. Aos 36 minutos, após cruzamento na área, Luciano Mandi subiu mais que todo mundo e testou para o fundo das redes.

O Náutico voltou melhor para o segundo tempo, pressionou de todos os modos em busca do segundo gol, mas com um sistema defensivo muito fechado, o São Caetano resistia à pressão. Mas, aos 29 minutos, Elton ganhou na corrida do zagueiro Domingos e foi derrubado na área. Kieza bateu o pênalti com categoria e fez a festa dos torcedores da casa, aos 31 minutos.

O Náutico volta aos gramados na sexta-feira, mais uma vez nos Aflitos, contra o Boa Esporte, às 20h30. O São Caetano joga contra o Vitória no sábado, às 16h20, em São Caetano do Sul.

NÁUTICO - 2 - Gideão; Peter (Neno), Marlon, Ronaldo Alves e Jeff Silva; Éverton, Elicarlos, Derley e Eduardo Ramos (Elton); Rogério (Philip) e Kieza. Técnico: Waldemar Lemos

SÃO CAETANO - 1 - Leandro Santos; Artur, Domingos, Eli Sabiá e Bruno Recife; Augusto Recife, Souza, Luciano Mandi (Léo Mineiro) e Geovanne (Túlio Renan); Antônio Flávio e Ricardo Xavier. Técnico: Vadão

Gols - Rogério, aos 27, e Luciano Mandi, aos 36 minutos do primeiro tempo. Kieza (pênalti), aos 31 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Souza, Ricardo Xavier, Augusto Recife e Artur; Árbitro - Elmo Alves Resende Cunha (GO); Renda - R$ 42.750,00; Público - 13.125 pagantes; Local - Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.