Náutico derrota Vila Nova e conquista 1ª vitória na Série B

O Náutico conquistou a primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Em jogo bastante movimentado e polêmico, o time de Alexandre Gallo bateu o Vila Nova por 3 a 2 na Arena Pernambuco, pela segunda rodada da competição.

Estadão Conteúdo

17 de maio de 2016 | 23h47

O time goiano tinha estreado com vitória por 3 a 1 sobre o Bragantino e fica estacionado nos três pontos, mesma pontuação dos pernambucanos que se recuperaram de uma estreia com derrota por 1 a 0 para o Criciúma.

O jogo começou equilibrado e o Vila Nova aproveitou melhor a chance que teve. Logo aos 13 minutos, depois de tentativa de finalização de Vandinho, a bola sobrou para Roger. O meia bateu e contou com um desvio no zagueiro Rafael Pereira para vencer o goleiro Júlio César e abrir o placar.

A resposta do Náutico foi imediata. Apenas cinco minutos mais tarde, o estreante Mateus Muller cobrou falta com muita força e estufou as redes defendidas por Edson para deixar tudo igual.

Apesar da partida bem disputada, o jogo estava tranquilo para o árbitro Luiz César de Oliveira Magalhães até os 20 minutos, quando Esquerdinha foi desequilibrado por Victor Bolt na entrada da área. Sem saber o que marcar, o árbitro consultou os dois assistentes e demorou cinco minutos para definir que o jogador visitante seria expulso, o que gerou muita reclamação.

Com um a menos, o time visitante não conseguiu segurar a pressão adversária e acabou sofrendo mais um gol no último minuto da primeira etapa, quando o goleiro Edson derrubou Joazi e foi marcado pênalti. Rafael Pereira cobrou bem e virou o placar aos 46 minutos.

Assim como na primeira etapa, a segunda também começou bastante movimentada. Com apenas três minutos de jogo, Jefferson Nem foi lançado em velocidade e tocou na saída do goleiro Edson para ampliar para o Náutico. Dois minutos mais tarde, Vandinho recebeu de Jean Carlos e marcou para o Vila Nova, diminuindo para 3 a 2.

Aos 35 minutos, o atacante Bergson, que já tinha cartão amarelo, entrou duro em Jefferson Feijão e foi expulso, deixando as duas equipes em igualdade numérica. Mesmo assim, o time visitante não conseguiu reagir a tempo e o Náutico confirmou a primeira vitória na Série B.

As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira pela terceira rodada. Às 19h15, o Náutico visita o Londrina no Estádio do Café. Depois, às 21h30, é a vez do Vila Nova receber o Vasco no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

FICHA TÉCNICA:

NÁUTICO 3 x 2 VILA NOVA

NÁUTICO - Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Gastón Filgueira e Mateus Muller (Henrique); Maylson (Eurico), Rodrigo Souza, Roni, Esquerdinha (Bergson) e Caíque Valdívia; Jefferson Nem. Técnico: Alexandre Gallo.

VILA NOVA - Edson; Jefferson Feijão, Anderson, Vinícius Simon e Marcelo Cordeiro; Victor Bolt, Robston (Maguinho), Leandrinho (Fabinho), Jean Carlos e Roger (Douglas Assis); Vandinho. Técnico: Rogério Mancini.

GOLS - Roger, aos 13, e Mateus Müller, aos 17, e Rafael Pereira (pênalti), aos 46 minutos do primeiro tempo. Jefferson Nem, aos 3, e Vandinho, aos 5 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael Pereira e Bergson (Náutico); Edson e Robston (Vila Nova).

CARTÕES VERMELHOS - Bergson (Náutico); Victor Bolt (Vila Nova).

ÁRBITRO - Luiz César de Oliveira Magalhães (CE).

RENDA - R$ 17.040,00.

PÚBLICO - 3.219 pagantes.

LOCAL - Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.