Náutico derruba Guarani e lidera grupo

O Náutico foi premiado por sua ofensividade e goleou o Guarani por 4 a 1, nesta sexta-feira à noite, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP), pela segunda rodada da fase semifinal do Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo jogando fora de casa o time pernambucano adotou uma postura ofensiva, marcou dois gols nos primeiros 11 minutos e depois garantiu a vitória que lhe deixou na liderança do Grupo B, com seis pontos. O time campineiro, que perdeu a invencibilidade em Campinas, sofreu duas derrotas nesta fase e está praticamente fora do quadrangular final, pois ainda não pontuou.O lateral Bruno Carvalho marcou dois gols e se tornou o herói da noite, deixando o campo sem mostrar surpresa com o fato e muito menos com a superioridade de seu time: "Nosso time mostrou personalidade e mereceu vencer." Havia muita expectativa com relação à escalação do Guarani, que normalmente usa o esquema 4-3-3. Desta vez, porém, entrou no ortodoxo 4-4-2 com o volante Umberto no lugar do atacante Wagner. "É uma bomba atômica no banco", ironizou o técnico Luiz Carlos Ferreira, ignorando os 12 gols marcos nos últimos quatro jogos em casa, além da invencibilidade de 10 jogos, com oito vitórias e dois empates.O jogo - A covardia teve um preço alto, porque o Náutico iniciou o jogo marcando sob pressão e marcou dois gols rapidamente. Aos 9 minutos, Davi cruzou e Romualdo se antecipou à defesa de cabeça: 1 a 0. Dois minutos depois, saiu o segundo gol numa troca de passes rápida entre Davi, Romualdo e a finalização de Bruno Carvalho, com um chute cruzado quase na pequena área.Aos 17 minutos, Ferreira corrigiu seu erro ao colocar Wagner na vaga de Umberto. O time reagiu rapidamente e diminuiu aos 21 minutos com Jonas, após passe de Edmilson. Mas o Náutico soube administrar a vantagem e explorar os contra-ataques, ampliando para 3 a 1 aos 32 minutos. Após cobrança de falta a insegura defesa bugrina não aliviou e a bola sobrou para o chute de esquerda de Bruno Carvalho.No segundo tempo, aconteceu o esperado: o Guarani pressionou, criou algumas chances, mas insistiu nos cruzamentos e pecou no excesso de erros nos passes. O Náutico fez o esperado, ficando atrás para se garantir. Antes do final do jogo, porém, aos 43 minutos, Cleisson ampliou após receber passe de calcanhar de Davi. E conseguiu sua segunda vitória diante de paulistas, porque na estréia tinha vencido o Marília, por 3 a 0. Na terceira rodada, sexta-feira, o Náutico receberá a Portuguesa, enquanto o Guarani, de novo em casa, enfrentará o Marília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.