Náutico goleia Tupi fora de casa, fica a dois pontos do G4 e ainda sonha

Resultado fez a equipe pernambucana se aproximar do Vasco, quarto colocado com 62 pontos

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2016 | 18h57

O Náutico vai para a última rodada da Série B com chances de garantir o acesso. Na tarde deste sábado, o clube pernambucano manteve o sonho vivo ao vencer o rebaixado Tupi pelo placar de 4 a 1, em partida realizada no estádio Helenão, pela penúltima rodada da competição.

O resultado deixou o Náutico com 60 pontos, brigando com o Bahia e Vasco pelo acesso à Série A. O Tupi, com 30, segue na vice-lanterna da Série B, apenas na frente do Sampaio Corrêa. Ambos já estão rebaixados à Série C.

O time mineiro entrou em campo conformado com a queda e mais leve do que nas partidas anteriores. Estava envolvendo o Náutico, quando Rodrigo Souza recuperou a bola no meio de campo e acionou Esquerdinha em velocidade. O meia cruzou para Rony, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Ele não marcava há três rodadas.

Na sequência, o próprio camisa 7 da equipe mineira desperdiçou uma oportunidade incrível de ampliar. Rony tabelou com Vinícius e saiu de frente para Rafael Santos. Na hora de concluir, chutou pela linha de fundo. A resposta mineira foi na bola parada. Luiz Paulo cruzou na área e Júlio César saiu para fazer a defesa.

O jogo continuou aberto. Enquanto o Tupi se jogou ao ataque em busca do gol do empate, o Náutico se fechou, visando encaixar um contra-ataque para definir o duelo, e conseguiu. Aos 43 minutos, Esquerdinha ficou com a sobra e colocou de cabeça para Bergson, que dominou e chutou para ampliar. A bola ainda desviou na zaga antes de entrar.

O Tupi foi outro no segundo tempo. O clube mineiro abriu mão de se defender e contou com uma falha da defesa do Náutico para diminuir. Aos 11 minutos, Marcos Serrato aproveitou o erro de passe de Gastón Filgueira e cruzou para Giancarlo, que diminuiu a vantagem dos visitantes.

O Náutico não se intimidou, seguiu atacando e ainda fez o terceiro. Aos 30 minutos, Rony recebeu de Léo Santos e acabou derrubado por Rafael Santos dentro da área, pênalti. Na cobrança, Rafael Pereira estufou as redes, com uma bomba no meio do gol. O goleiro acabou expulso no lance. Nos acréscimos, aos 49 minutos, Léo Santos fechou a goleada.

Na última rodada, o Tupi encara o Paraná na sexta-feira, às 19h15, no Durival de Britto, em Curitiba (PR). No sábado, às 17h30, o Náutico recebe o Oeste na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

FICHA TÉCNICA:

TUPI 1 X 4 NÁUTICO

TUPI - Rafael Santos; Douglas (Vinícius Kiss), Gabriel Santos, Bruno Costa e Luiz Paulo; Renan Teixeira, Marcel, Marcos Serrato, Hiroshi e Sávio (Ygor); Giancarlo (Glaysson). Técnico: Júlio Cirico.

NÁUTICO - Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gastón Filgueira; João Ananias, Rodrigo Souza, Vinícius (Léo Santos) e Esquerdinha (Eurico); Rony e Bergson (Renan Oliveira). Técnico: Givanildo Oliveira.

GOLS - Rony, aos 14 e Bergson, aos 44 minutos do primeiro tempo; Giancarlo, aos 11, Rafael Pereira, aos 30, e Léo Santos, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS).

CARTÕES AMARELOS - Hiroshi (Tupi); Rodrigo Souza, Bergson e Vinícius (Náutico).

CARTÃO VERMELHO - Rafael Santos (Tupi).

RENDA - R$ 3.585,00.

PÚBLICO - 429 pagantes.

LOCAL - Estádio Helenão, em Juiz de Fora (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.