Náutico perde do Avaí na volta ao estádio dos Aflitos

Como visitante e com técnico interino, clube do sul chegou ao Recife para derrotar o rival

AE, Agência Estado

28 de maio de 2014 | 00h07

RECIFE - Mesmo jogando sob o comando do técnico interino Raul Cabral, no lugar de Pingo, o Avaí foi até o Recife e venceu o Náutico por 1 a 0, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Além de sair da zona de rebaixamento, o clube catarinense saltou para a 10.ª posição, com 10 pontos, deixando o rival pernambucano perto na degola, com oito pontos, em 15.º lugar.

O resultado foi justo, principalmente pela superioridade do time catarinense no primeiro tempo, quando criou várias chances de gols e transformou o goleiro Alessandro no melhor jogador do time pernambucano. Ele fez três grandes defesas e quando não aliviou, contou com a ajuda de sua defesa.

Do outro lado, o Náutico mostrou muita fragilidade na sua volta ao estádio dos Aflitos porque a Arena Pernambuco agora está sendo preservada para a Copa do Mundo. A rigor só teve um chute de Leleu. De tanto insistir, o Avaí fez seu gol aos 29 minutos. Tinga desceu na linha de fundo e levantou para a cabeçada de Paulo Sérgio.

No segundo tempo, o técnico Sidney Moraes tentou ganhar força ofensiva com algumas mudanças como a entrada de Rodrigo Careca no ataque no lugar do apagado Geovane. Mas o Náutico não conseguiu furar o bom bloqueio defensivo armado pelo Avaí, que até abriu mão dos contra-ataques para tentar ampliar o placar.

No final de semana acontece a nona rodada. O Náutico vai enfrentar o América-MG, neste sábado, às 16h20, em Muriaé (MG). Antes disso, na sexta, o Avaí, às 19h30, recebe o ABC, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 0 x 1 AVAÍ

NÁUTICO - Alessandro; Rafael Cruz, Leonardo Luiz, William Alves e Raí (Paulo Júnior); Elicarlos, Dê, Marcos Vinícius (Renato) e Vinícius; Leleu e Geovane (Rodrigo Careca). Técnico: Sidney Moraes.

AVAÍ - Vagner; Marrone, Antônio Carlos, Pablo e Eltinho (Abuda); Júlio César, Tinga (Diego Jardel), Eduardo Neto e Cléber Santana; Héber (Anderson Lopes) e Paulo Sérgio. Técnico: Raul Cabral (interino).

GOL - Paulo Sérgio, aos 29 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Não houve.

ÁRBITRO - Paulo Sérgio Santos Moreira (MA).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio dos Aflitos, no Recife (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BNáuticoAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.