Náutico vence Bahia, mas vai disputar a Série B em 2016

Ninguém comemorou na Arena Pernambuco. O Náutico bateu o Bahia, por 1 a 0, na tarde deste sábado, mas não tem mais chances de acesso no Campeonato Brasileiro da Série B. O time saiu vitorioso em São Lourenço da Mata, pela penúltima rodada da competição, mas acabou prejudicado pela vitória do Santa Cruz sobre o Mogi Mirim, por 3 a 0.

Estadão Conteúdo

21 Novembro 2015 | 20h29

Com os resultados, o Náutico continua na sexta colocação, com 60 pontos. Faltando uma rodada para o término da Série B, o time tem quatro pontos a menos que Santa Cruz e América-MG, terceiro e quarto colocados, respectivamente. Já sem chance de acesso, o Bahia é o nono colocado, com 55 pontos.

O Náutico se despede da Série B no próximo sábado, quando visita o Bragantino, a partir das 17h30, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. É o confronto direto que vale a quinta posição. Já o Bahia faz a última partida contra o Atlético-GO, no mesmo dia e horário, na Arena Fonte Nova. Ambos só cumprem tabela.

Como já era esperado, o Náutico começou tomando mais a iniciativa, já que precisava da vitória para manter as chances de brigar pelo acesso. Mais ousados, os pernambucanos conseguiram chegar ao gol aos 17 minutos. O atacante Daniel Morais aproveitou sobra na meia-lua e cabeceou. O goleiro Douglas Pires tentou afastar, mas o zagueiro Fabiano Eller completou para o gol.

Depois disso, o jogo esmoreceu. O Náutico ficou tocando a bola, enquanto aguardava os outros resultados. A pouca presença de público já mostrava a falta de esperança da torcida, que se transformou em frustração mesmo com a vitória. Sem contar que o rival Santa Cruz garantiu o acesso ao golear o Mogi Mirim, por 3 a 0, em Itu, interior de São Paulo. Ao lado do Sport, o Santa Cruz vai disputar a elite, deixando apenas o Náutico na Série B.

FICHA TÉCNICA:

NÁUTICO 1 X 0 BAHIA

NÁUTICO - Julio César; Rafael Pereira, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gaston Filgueira; Willian Magrão, Jackson Caucaia (Marino), Guilherme Biteco (Dakson) e Hiltinho; Bergson(Douglas) e Daniel Morais. Técnico - Gilmar Dal Pozzo.

BAHIA - Douglas Pires; Railan (Adriano Apodi), Robson, Gustavo e Vítor; Paulinho Dias, Gustavo Blanco e Tiago Real (Rômulo); João Paulo Penha, Jeam e Zé Roberto (Jacó). Técnico - Aroldo Moreira.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

GOLS - Fabiano Eller, aos 17 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael Pereira, Jackson Caucaia, William Magrão, Dakson e Ronaldo Alves (Náutico); Paulinho Dias, Jeam, Tiago Real e Douglas Pires (Bahia).

RENDA - R$ 19.930,00.

PÚBLICO - 1.666 pagantes.

LOCAL - Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Mais conteúdo sobre:
futebol Série B Náutico Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.