Náutico vence em casa e deixa o Vila Nova sob risco

RECIFE - O Náutico sofreu, mas conseguiu livrar-se do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B. Com três gols nos últimos 20 minutos, o time pernambucano venceu o Vila Nova por 4 a 1, neste sábado, no estádio dos Aflitos, no Recife, pela 37.ª e penúltima rodada da competição. O jogo foi tenso e teve cinco expulsões, dois para os mandantes e três para os goianos.

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2010 | 20h14

Veja também:

SÉRIE B - tabela  Classificação | listaCalendário/Resultados

link Coritiba é campeão da Série B do Brasileirão; Santo André e Ipatinga caem

Com a vitória, o Náutico chegou aos 48 pontos, na 12.ª colocação, e não possui mais chances de cair para a Série C de 2011. O mesmo não se pode dizer do Vila Nova, que está uma posição acima da zona de rebaixamento - no 16.º lugar, com 43 pontos. Supera o Brasiliense somente no número de vitórias: 12 a 11.

O time pernambucano se despede da Série B contra o Santo André, no próximo sábado, às 17 horas, no ABC paulista. Enquanto isso, o Vila Nova terá de buscar a vitória contra São Caetano, no mesmo dia e horário, em Goiânia.

Apesar do placar elástico, a partida foi bastante parelha. O Náutico dominou o primeiro tempo, mas quem abriu o placar foi o Vila Nova, aos 36 minutos. O meia David recebeu belo passe do veterano Roni e bateu na saída do goleiro.

Na segunda etapa, porém, os donos da casa precisaram de oito minutos para empatar. O meia Érick Flores levantou na área e o atacante Geílson anotou de cabeça. A vida do Náutico ficou facilitada a partir dos dez, quando Jorge Henrique foi expulso pelo Vila Nova. Com um a mais, o time pernambucano virou aos 25 minutos, quando Bruno Meneghel, que recebeu passe do meia Élton, tocou sem chances de defesa.

O segundo gol abateu os goianos, que tomaram mais dois gols. Aos 36 minutos, Geílson aproveitou cruzamento de Jeff Silva para marcar o terceiro. Aos 40, foi a vez de Cristiano se valer de uma bobeada da defesa para fechar o placar.

NÁUTICO - 4 - Bruno; Flávio, Wescley, Walter e Jeff Silva; Nilson, Ramirez (Cristiano), Élton e Erick Flores; Bruno Meneghel (Philip) e Geílson (Auremir). Técnico: Roberto Fernandes.

VILA NOVA - 1 - Max; Mimica, Leandrão e Éder Lima; Ivan (Gil), Adílson, Éberson (Thyago Fernandes), David e Jorge Henrique; Rony e Bruno Lopes (Max Pardalzinho). Técnico: Ademir Fonseca.

Gols - David, aos 36 minutos do primeiro tempo; Geílson, aos 8 e aos 36, Bruno Meneghel, aos 25, e Cristiano, aos 40 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Wescley, Geílson e Nilson (Náutico); Leandrão (Vila Nova); Cartões vermelhos - Erick Flores e Jeff Silva (Náutico); Jorge Henrique, Mimica e David (Vila Nova); Árbitro - Paulo Godoy Bezerra (SC); Renda - R$ 107.104,00; Público - 18.972 pagantes; Local - Estádio dos Aflitos, no Recife (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.