Náutico vence o Santa Cruz no clássico e volta ao G4 da Série B

O Náutico conseguiu encerrar a má fase e voltou ao G4, zona de acesso da Série B do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o time pernambucano venceu o Santa Cruz por 2 a 1, no clássico realizado na Arena Pernambuco, em duelo válido pela 12.ª rodada.

Estadão Conteúdo

11 de julho de 2015 | 19h22

O time vinha de uma sequência de apenas uma vitória em cinco jogos. Mesmo assim, os comandados de Lisca subiram para o terceiro lugar com 24 pontos, empatados com América-MG e Botafogo, que têm a mesma pontuação, mas levam vantagem no saldo de gols - 13 (Botafogo), 8 (América-MG) e 6 (Náutico).

O Santa Cruz, por sua vez, vinha de seis jogos sem derrotas, sendo que no período acumulou três vitórias seguidas. Esta foi a primeira derrota do técnico Marcelo Martelotte, que deixou o time em 12.º lugar com 15 pontos.

No confronto deste sábado, o Náutico tomou a iniciativa do jogo e controlou boa parte do primeiro tempo. Com três volantes no meio-campo, Marino recebeu a missão de aparecer de surpresa e confundiu a marcação. Ele chegou bem, aos 27 minutos, e teve chance de marcar em cabeçada que assustou a defesa do Santa Cruz. Os visitantes foram muito dependentes de João Paulo e preferiram se segurar, já que o meia estava bem marcado.

O segundo tempo começou quente. Logo aos sete minutos, o Náutico conseguiu abrir o placar. Em cobrança de falta frontal, o jovem Guilherme acertou o pé e não deu chances para Fred, que ainda tocou na bola antes de entrar. A vantagem durou pouco, apenas oito minutos. João Paulo foi derrubado na área por Douglas e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, Anderson Aquino não deu chances ao goleiro Júlio César e deixou tudo igual.

As coisas pareciam que se complicariam para o Náutico quando o zagueiro Ronaldo Alves cometeu falta dura e recebeu o cartão vermelho. O que aconteceu, contudo, foi justamente o contrário. O time da casa seguiu em cima e perdeu três grandes chances.

Em outra boa subida do Náutico saiu o segundo gol. Depois de cruzamento à meia altura, Gil Mineiro pegou de primeira, na entrada da área, e marcou. A bola ainda desviou no atacante Josimar e atrapalhou Fred. O Santa Cruz pagou pela desatenção no miolo de defesa e não conseguiu mais buscar o empate.

Os times voltam a campo no próximo sábado, às 16h30. O Náutico encara o líder Botafogo, no Engenhão, no Rio, enquanto o Santa Cruz recebe o Atlético-GO, no Estádio do Arruda, em Recife.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 2 X 1 SANTA CRUZ

NÁUTICO - Julio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Fillipe Souto; João Ananias, Willian Magrão, Marino e Rogerinho (Josimar); Douglas (Renato) e Stéfano Yuri (Gil Mineiro). Técnico - Lisca.

SANTA CRUZ - Fred; Bruninho (Nininho), Neris, Danny Morais (Moradei) e Marlon; Wellington, Renatinho e João Paulo; Lelê, Luisinho (Nathan) e Anderson Aquino. Técnico - Marcelo Martelotte.

GOLS - Guilherme, aos sete, Anderson Aquino, de pênalti, aos 15, e Gil Mineiro, aos 28 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Sebastião Rufino Ribeiro Filho (PE).

CARTÕES AMARELOS - João Paulo, Danny Morais, Renatinho e Nathan (Santa Cruz).

CARTÃO VERMELHO - Ronaldo Alves (Náutico).

PÚBLICO - 12.085 pagantes.

RENDA - Não disponível.

LOCAL - Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BNáuticoSanta Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.