Necaxa encerra invencibilidade de 29 jogos do São Paulo

Irreconhecível, o São Paulo caiu por 2 a 1 diante do Necaxa, nesta quarta-feira, em Aguascalientes, no México, e perdeu uma invencibilidade de 29 jogos. A última derrota do time havia sido contra o Palmeiras, em setembro de 2006, pelo Campeonato Brasileiro.Com o resultado, a equipe do Morumbi desperdiçou a oportunidade de assumir a liderança do Grupo 2 da Copa Libertadores - manteve-se em segundo lugar, com quatro pontos, cinco a menos que o Necaxa, que venceu os três jogos que disputou. Os dois times voltam a se encontrar no dia 4 de abril, no Morumbi.Sem nenhuma objetividade, o São Paulo só assistiu ao rival jogar. Ainda assim, conseguiu a façanha de abrir o placar sem finalizar uma única vez ao gol em 42 minutos de jogo. Explica-se: Jadílson tentou cruzar da esquerda e achou o ângulo do goleiro Alvarez. "Foi sem querer mesmo. Ela pegou efeito e foi dentro do gol. Espero errar sempre os cruzamentos assim", admitiu o lateral.Dois minutos depois, o time de Muricy Ramalho teve a chance de matar o jogo, quando Aloísio trombou com dois zagueiros e cavou pênalti. Rogério Ceni bateu forte no meio do gol e Alvarez defendeu com os pés.No segundo tempo, o Necaxa promoveu uma blitz na área são-paulina até virar. Depois de perderem duas boas chances, os mexicanos empataram com o brasileiro Kléber, ex-Atlético-PR, que recebeu nas costas da zaga e bateu na saída de Rogério, aos 16 minutos. Em outro vacilo do trio de zaga, Salgueiro tabelou com Moreno e entrou livre na área para fazer o segundo gol, aos 23.Muricy tentou acabar com a apatia do time trocando Edcarlos, que havia substituído o lesionado André Dias ainda no primeiro tempo, por Marcel, mas de nada adiantou: Alvarez não precisou nem sujar seu extravagante uniforme lilás.NECAXA 2 x 1 SÃO PAULONecaxa - Alvarez; LucasCervantes, Beltrán, Quatrocchi e Lucas; Galindo, Salgueiro (Ruiz), Everaldo e Hernandez (Pérez); Moreno (Giménez) e Kléber. Técnico: José Luis Trejo.São Paulo - Rogério Ceni; Alex Silva, André Dias (Edcarlos (Marcel)) e Miranda; Ilsinho, Josué, Souza, Lenílson e Jadilson; Leandro e Aloísio. Técnico: Muricy Ramalho.Gols - Jadílson, aos 40 minutos do primeiro tempo; Kléber, aos 16, e Salgueiro, aos 23 minutos do segundo tempo. Árbitro - Sergio Pezzotta (ARG). Cartões amarelos - Everaldo, Souza, Galindo, Cervantes. Local - Estádio Victoria, em Aguascalientes (México).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.