Cristiane Mattos/ AFP
Cristiane Mattos/ AFP

Negociação avança e Aguirre será anunciado no São Paulo nas próximas horas

Treinador uruguaio deve assinar contrato até dezembro e assumir a equipe no início desta semana

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

11 Março 2018 | 11h47

O São Paulo chegou a um acordo com Diego Aguirre e o uruguaio deve ser anunciado nas próximas horas como novo treinador tricolor após a demissão de Dorival Junior na semana passada. Aguirre deve assinar neste domingo um contrato para comandar o time até dezembro. O acordo foi publicado pelo Globoesporte e confirmado pelo Estado.

+ Sob comando de Jardine. São Paulo enfrenta o Red Bull no Morumbi

+ Com aposta em Aguirre, São Paulo quer definir estilo de jogo e põr fim a oscilações

+ COLUNA DO ANTERO - Time com medo

Sem clube desde que deixou o San Lorenzo no fim do ano passado, Aguirre foi uma indicação do também uruguaio Diego Lugano, superintendente de relações institucionais do clube, e agradou aos demais integrantes da diretoria tricolor. No Brasil, ele já dirigiu o Internacional em 2015 e o Atlético-MG em 2016.

O contrato curto com Aguirre é uma estratégia de defesa do São Paulo. Tem a ver com a possibilidade de o treinador assumir o comando da seleção uruguaia após a Copa do Mundo – algo que já vem sendo tratado como provável no país.

Se isso acontecer, o provável treinador são-paulino seria o terceiro estrangeiro a deixar o time para assumir um time nacional recentemente. Foi assim com Juan Carlos Osorio, que deixou o São Paulo em 2015 para assumir o México; e Edgardo Bauza, um ano depois, que trocou o time do Morumbi pela seleção argentina.

Aguirre terá André Jardine como auxiliar técnico no São Paulo. O ex-treinador do time Sub-20 comanda a equipe interinamente no jogo deste domingo contra o Red Bull pela última rodada da 1ª fase do Campeonato Paulista, no Morumbi. O time já está classificado para enfrentar o São Caetano, do ex-auxiliar Pintado, nas quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.