Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Negociação para renovar contrato de Guerrero é adiada

Empresário do atacante está viajando e diretoria do Corinthians marca nova reunião para a próxima semana

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2015 | 07h00

A novela da renovação do contrato de Guerrero ganhou mais um capítulo. A reunião agendada entre o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, e os representantes do atacante para esta semana foi adiada.

“As negociações estão paradas. O empresário dele está viajando. Vai atrasar mais uma semana para resolver ainda", disse Andrade.

A prorrogação do vínculo de Guerrero se arrasta desde o ano passado. O ex-presidente Mário Gobbi não conseguiu entrar em acordo com o jogador e agora Andrade avisou que vai partir do zero. “Vamos recomeçar as negociações já que ninguém aceitou as últimas propostas, nem nós nem eles (representantes do Guerrero)”, disse.


Desde dia 15 de janeiro, o peruano pode assinar um pré-contrato com outro clube e deixar o Corinthians de graça no meio do ano. Se realmente deixar o Alvinegro, será para jogar no exterior. No Brasil, ele já disse que não defende outro clube.

Guerrero exige US$ 7 milhões (R$ 20 milhões) de luvas e avisou ao novo presidente do Corinthians que não está disposto a diminuir a sua pedida. Gobbi ofereceu R$ 13 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.