Arquivo/AE
Arquivo/AE

Negociação por Luís Fabiano está difícil, diz vice do Milan

Para Galliani, clube italiano e Sevilla têm posições financeiras distantes; 14 milhões de euros foram oferecidos

EFE

16 de julho de 2009 | 14h36

O vice-presidente e chefe-executivo do Milan, Adriano Galliani, afirmou nesta quinta-feira que as negociações para a contratação do atacante Luís Fabiano estão complicadas.

 

Veja também:

especial Mercado: as transferências dos times

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

 

Segundo o dirigente, o clube italiano e o Sevilla têm posições "muito distantes em nível econômico". Galliani ainda respondeu às declarações do presidente do time espanhol, José María del Nido, que qualificou de "irrisório" o valor oferecido pelo brasileiro.

 

"Nós fizemos uma oferta que consideramos justa. Se 14 milhões de euros são ridículos para o presidente do Sevilla, sorte dele", disse o vice do Milan em declarações ao canal de televisão SKY Sport24.

 

Perguntado sobre a possibilidade de apresentar uma nova oferta por Luís Fabiano, Galliani declarou: "Veremos. Estamos assim por enquanto".

 

Ele disse que o atacante holandês Klaas-Jan Huntelaar, na lista de dispensa do Real Madrid, não é uma alternativa no momento.

 

Galliani também falou do interesse do Chelsea pelo meia Andrea Pirlo e desmentiu que tenha começado negociações com o clube inglês pelo jogador, embora a imprensa local insista nisso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.