Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

Nelinho, ídolo do clube, diz: 'Cruzeiro precisa de uma limpa geral'

Um dos destaques do time campeão da Libertadores em 1976, o ex-lateral-direito comenta sobre a situação do clube mineiro

Nelinho, Ex-jogador do Cruzeiro

15 de janeiro de 2020 | 04h32

Aqueles que se prontificaram a fazer alguma coisa pelo Cruzeiro imaginavam um problema, mas chegando lá detectaram que o Cruzeiro tem, na verdade, mil problemas. O rombo é muito maior do que eles imaginavam. Para consertar o Cruzeiro precisa mudar o estatuto, mas isso esbarra no estatuto e o Conselho não aceita mudanças.

Quem tem dinheiro está abandonando o Cruzeiro e, se eu fosse eles, faria o mesmo. A preocupação dos torcedores é um grupo árabe ou chinês, por exemplo, colocar dinheiro no clube, enquanto aqueles que realmente levaram o Cruzeiro para essa situação continuam impunes.

Os torcedores estão ressabiados. Quem, em sã consciência, vai colocar o seu dinheiro no clube? Será que aqueles que estão no comando do clube vão saber gerir bem as finanças?

Mesmo sendo ídolo da torcida, sinceramente, não vejo como ajudar o Cruzeiro nesse momento. A gente tem de rezar para aparecer alguém com condições financeiras para bancar o clube, fazer uma limpa geral e, aí sim, pedir ajudar dos torcedores.

* Ídolo do Cruzeiro na década de 1970, conquistou, entre outros títulos, a Libertadores em 1976  

Tudo o que sabemos sobre:
Cruzeiro Esporte ClubefutebolNelinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.