Nelsinho à espera de Kaká e França

Depois da derrota para o Corinthians por 3 a 2, na primeira partida da final do Torneio Rio-São Paulo, só restou uma alternativa para o técnico do São Paulo, Nelsinho Baptista, tentar reverter a situação: a volta do atacante França e do meia Kaká. Os dois não participaram do jogo no domingo porque se recuperam de contusão.Em melhor condição está Kaká. Depois de ter sofrido uma entorse no tornozelo direito, ainda pelas semifinais da Copa do Brasil, o atleta entrou em tratamento intensivo. Nesta segunda-feira mesmo já dava como certa sua presença no clássico de domingo. "Já está tudo bem para jogar essa partida", afirmou, pouco antes de iniciar mais uma etapa de seu tratamento. Já França tem problema mais sério. O diagnóstico apontou ruptura do músculo adutor da coxa direita. No entanto, o médico são-paulino José Sanchez procurou amenizar. "O França está motivado e tem boa chance de ir para o jogo", explicou o especialista.Embora a aposta seja o entrosamento demonstrado pelos jogadores de meio-campo e ataque - foram 52 gols marcados no Rio-São Paulo -, a principal preocupação de Nelsinho é mesmo a defesa. O treinador não diz isso abertamente, acha que poderia abalar emocionalmente seus jogadores. Mas a verdade é que, durante toda a competição o time não teve uma zaga titular. A desastrosa atuação de Emerson na derrota para o Corinthians complicou ainda mais a situação do treinador. O zagueiro chegou ao Morumbi como homem de confiança de Nelsinho, que vai se ver obrigado a sacá-lo da equipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.