Nelsinho faz mistério na Ponte para encarar o Santos

Na expectativa de que o Santos venha com time misto para Campinas, o técnico Nelsinho Baptista, da Ponte Preta, resolveu não definir a escalação para o jogo de domingo, às 18h10, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 17.ª rodada do Campeonato Paulista. O certo é que o time terá três mudanças em relação ao que venceu o Paulista, por 3 a 1, na quarta-feira, em casa.?Fizemos algumas experiências no coletivo, mas vamos definir o time após o último treino tático?, argumentou Nelsinho, deixando para definir o time na manhã de sábado. Mas já há um desenho do time que vai tentar barrar o líder do Paulistão. O meia Heverton, suspenso com três cartões amarelos, deve ser substituído por Castor.O time sofreu outras duas baixas por contusão. O volante Dionísio, com dores no joelho direito, acabou vetado e em seu lugar deve retornar João Marcos, recuperado de uma contratura muscular. Mas é possível que André cunha retorne à ala-direita e Pinho reassuma um lugar no meio-campo.Na lateral-esquerda, Fernando sofreu um entorse no tornozelo esquerdo e ficará sem condições de jogo por 15 dias. Em seu lugar, é provável que seja improvisado o meia Rafael Fusca. Não está descartada a entrada de Wellington, reserva imediato para a posição. Com 26 pontos, em sétimo lugar, a Ponte Preta pretende somar o máximo de pontos nas últimas três rodadas. Mas todos, comissão técnica e jogadores, sabem das dificuldades de se chegar às semifinais. ?Mas podemos disputar o título do interior?, lembra o atacante Finazzi, que divide a ponta da artilharia do Paulistão com Somália, do São Caetano, e Edmundo, do Palmeiras, todos com 10 gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.