Nelsinho quer manter time do 2ºtempo

O São Paulo do segundo tempo da primeira partida contra o Flamengo, domingo, em João Pessoa, é o time considerado ideal pelo Nelsinho Baptista para tentar reverter a situação no segundo e decisivo jogo contra o campeão carioca, quarta-feira, em Maceió, e conquistar a Copa dos Campeões. Depois de lamentar mais uma vez a apatia da equipe no primeiro tempo da partida, o treinador não pretende fazer muitas mudanças na escalação para evitar a descaracterização do esquema. Com a derrota por 5 a 3, o time precisa vencer por três gols de diferença no tempo normal para ser campeão, ou ganhar por dois para provocar a decisão do título nos pênaltis. "Uma derrota não significa que tudo está errado", diz Nelsinho, que só vai anunciar a escalação pouco antes de o time entrar em campo no Estádio Rei Pelé. A maior dúvida de Nelsinho está no substituto do volante Douglas, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O técnico pode escalar Fabiano ou Júlio Batista na posição. Ou ainda Kaká para tentar dar ao time mais força ofensiva. Kaká e Fabiano, porém, estão machucados e não sabem se terão condição para enfrentar o Flamengo. Fabiano tem um problema muscular na coxa, e Kaká machucou o tornozelo direito ao sofrer uma entrada dura de Fábio Augusto, do Flamengo. Com pouco tempo para reorganizar a equipe, o treinador vai tentar acertar o esquema muito mais na base do diálogo com os atletas. O treinador admite que precisará passar muito otimismo para a equipe. "Temos de ser um time eficiente na marcação e dar condição para o ataque tentar fazer os gols necessários", diz o técnico. "Não adianta ser muito ofensivo ou reforçar muito a defesa." Nelsinho quer mais atenção do time para não permitir espaço a Edílson, Petkovic e Reinaldo, como ocorreu na primeira partida. "Ficar achando responsável pela derrota não vai resolver o problema. É analisar com o time aonde erramos", ressalta o técnico. O lateral-direito Belletti ainda estava inconformado com a derrota. Na sua opinião, a culpa foi da defesa. "O ataque fez a parte, mas a defesa tomou cinco gols num jogo como esse. Não dá para entender", diz Belletti. "A gente havia discutido isso antes. Era não tomar gols, porque o ataque sempre faz." Os jogadores do São Paulo começaram hoje a discutir com Nelsinho a forma ideal de o time reagir. Por causa da derrota, o técnico até cancelou um trabalho de hidromassagem, em uma academia, que seria às 10 horas, passando para o período da tarde. Com isso, os atletas tiveram mais tempo para descansar. Amanhã à tarde, em Maceió, o técnico comanda o último treino do time para enfrentar o Flamengo. A viagem da delegação para a capital paulista deverá ocorrer na quinta-feira às 15 horas, em vôo comercial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.