Nelsinho sonha com despedida campeã

Despertar por volta das 7h30. Orientar os treinamentos, preparar as preleções e acompanhar de perto o desempenho de seus jogadores. A rotina do treinador do São Paulo, Nelsinho Baptista, é a mesma há quase um ano, quando assumiu o comando técnico da equipe do Morumbi.No entanto, há algumas semanas, desde a posse do novo presidente do clube, Marcelo Portugal Gouvêa, a história de Nelsinho ganhou uma peculiaridade. Ao contrário do que normalmente ocorre, os clubes dispensarem seus treinadores, desta vez os papéis foram invertidos. Com o orgulho ferido pelas declarações dos integrantes da nova diretoria, que questionaram seu trabalho, o técnico são-paulino se antecipou aos fatos e anunciou seu desligamento do clube, independentemente da conquista, ou não, do título do Torneio Rio-São Paulo.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.