Nelsinho tenta acertar o ataque

O técnico Nelsinho Baptista, que prepara o São Paulo para a estréia no Torneio Rio-São Paulo, dia 19, contra o Jundiaí, teve uma boa notícia nesta quinta-feira: a volta do zagueiro Emerson. Com isso, ele poderá manter praticamente o mesmo time titular que terminou a temporada passada. A exceção é o ataque, que foi completamente modificado com a saída de Luís Fabiano e a venda de França.Em troca de Emerson, o São Paulo emprestou o zagueiro Rogério Pinheiro, o lateral-esquerdo Alemão e o atacante Reinaldo para a Portuguesa. Agora, a diretoria são-paulina concentra suas forças para tentar manter França no clube por mais seis meses. O atacante já está negociado com o Bayer Leverkusen, mas a data da sua ida para a Alemanha ainda não está definida.Enquanto ainda não sabe se poderá contar com França no primeiro semestre de 2002, Nelsinho trabalha duro para acertar o novo ataque são-paulino. No treino desta quinta-feira, o treinador escalou Dill e Reinaldo na frente. Mas já percebeu que os dois têm características diferentes da dupla formada por França e Luís Fabiano."O Reinaldo tem um estilo de jogo parecido com o do França, mas não existe nenhum atacante no São Paulo que jogue da mesma forma de Luís Fabiano, que é um jogador mais de área." Segundo Nelsinho, Dill é um atleta goleador, mas que tem como características buscar o jogo e mostrar muita movimentação na área.Dill acredita que o fato de participar da pré-temporada - o atacante chegou ao clube no segundo semestre do ano passado - ajudará a melhorar seu desempenho na equipe. "Trabalhar com o grupo desde o início do ano vai ser melhor para o meu rendimento", afirmou o jogador, que marcou dois gols no treino realizado nesta quinta-feira.

Agencia Estado,

10 de janeiro de 2002 | 19h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.