Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Nem Copa do Mundo alcança meta da Fifa

Nem Copa do Mundo alcança meta da Fifa

Entidade máxima recomenda ao menos 60 minutos de jogo com bola rolando, mas padrão não é atingido durante torneio no Brasil

Mateus Silva Alves e Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

23 de agosto de 2014 | 16h51

De acordo com as recomendações da Fifa, uma partida de futebol deve ter pelo menos 60 minutos de bola rolando. Não parece muita coisa, especialmente quando se nota que, ao ser atingido esse padrão, a bola ainda assim fica parada em um terço do jogo. Mas nenhum dos campeonatos da elite da bola consegue atingir a meta estabelecida pela Fifa. Nem mesmo a Copa do Mundo.

O torneio realizado no Brasil entre junho e julho teve a média de 57,36 minutos de bola rolando por partida. Um avanço e tanto na comparação com o Mundial de 2010, que teve média de 54 minutos, mas ainda assim faltou bastante para chegar ao “padrão Fifa”.

No caso das competições de clubes, nem mesmo o Campeonato Inglês, famoso no mundo todo pela intensidade das partidas, consegue chegar perto da marca recomendada pela entidade que dirige o futebol mundial. A última edição do torneio nacional da Inglaterra teve média de 56,9 minutos, o que mostra que até nos torneios mais badaladas do planeta ainda há muito trabalho a ser feito para que a recomendação da Fifa seja atendida.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa do MundoFifaBrasilieirãoFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.