Paulo Fernandes/vasco.com.br
Paulo Fernandes/vasco.com.br

Nenê minimiza vaias da torcida, mas despista sobre permanência no Vasco

Meia não quis falar do interesse de outras equipes, entre elas o São Paulo

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 20h50

O torcedor do Vasco elegeu Nenê como um dos culpados pela má fase deste início de ano. Em momento turbulento, o clube cruzmaltino voltou a ser derrotado nesta quarta-feira, ao cair para a Cabofriense por 2 a 1, em Saquarema, pela Taça Guanabara, e o veterano meia deixou o campo vaiado por parte dos torcedores que compareceram ao estádio.

+ Sob forte calor, Vasco leva gol no final e perde para a Cabofriense

"O meu foco é aqui. Tenho que fazer meu papel dentro de campo e isso aí não é algo novo. Isso sempre acontece. Tenho de responder dentro de campo. Tenho contrato e trabalho normal", declarou o jogador ao SporTV após o apito final.

Nenê preferiu não comentar sobre as especulações de uma possível transferência para o São Paulo, que teria sondado o jogador neste início de semana. Ao ser perguntado se o torcedor do Vasco pode contar com ele para a Libertadores, o jogador preferiu sair andando, sem responder.

Curiosamente, foi justamente Nenê quem marcou o gol de empate do Vasco, após pênalti sofrido por ele mesmo nesta quarta - no fim, a Cabofriense selou a vitória. O técnico Zé Ricardo também tratou de minimizar o comportamento do torcedor e elogiou seu comandado.

"Isso é uma minoria. O Nenê tem apoio não só nosso, mas de uma grande maioria vascaína. Esperamos que isso seja resolvido da melhor maneira. Mostrou, enquanto esteve em campo, a importância dele. Agora, vamos decidir o que vai ser feito para a gente seguir", comentou.

Mais conteúdo sobre:
Vasco Campeonato Carioca de Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.