Ruben Chiri / saopaulofc.net
Ruben Chiri / saopaulofc.net

Rodrigo Nestor sofre entorse no tornozelo e desfalca São Paulo em semana de estreias

Meio-campista é ausência da equipe no confronto contra o Ayacucho, pela Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

06 de abril de 2022 | 14h22

O meio-campista Rodrigo Nestor sofreu uma entorse no tornozelo e não estará à disposição do técnico Rogério Ceni para a estreia do São Paulo na Copa Sul-Americana. O time tricolor enfrenta o Ayacucho a partir das 21h30 de quinta-feira, no Estádio Inca Garcilaso de la Vega, em Cusco, pelo Grupo D do torneio continental.

A ausência de Nestor, titular em 14 dos 18 jogos disputados pelo time na temporada, não chega a ser um grande problema para o compromisso deste meio de semana. Isso porque Ceni indicou, em entrevista após o vice-campeonato paulista, que deve escalar um time reserva no Peru, com o intuito de priorizar o primeiro jogo do Brasileirão, no domingo, contra o Athletico-PR. O prazo para recuperação do volante não foi divulgado pelo clube, portanto ele pode perder também a estreia na competição nacional.

Sem divulgar os relacionados, o São Paulo iniciou o deslocamento para o Peru logo após um treinamento realizado na manhã desta quarta-feira, no CT da Barra Funda. Ceni comandou uma atividade tática de 11 contra 11 e treinamentos de bola parada, enquanto os atletas que ficaram fora da lista realizavam uma atividade técnica em campo separado.

Já que a ideia é preservar os jogadores considerados titulares, a escalação deve ser bem diferente das que foram vistas na reta final do Paulistão. Novatos como o goleiro Young e o zagueiro Luizão, ambos do sub-20, foram relacionados e viajaram com o grupo, como mostra uma foto publicada pelo próprio São Paulo nas redes sociais.

Nomes que perderam espaço nesta temporada, casos do zagueiro Miranda e do atacante Rigoni, também estão na lista e podem até aparecer no time titular. Jogadores como Nikão, Patrick, Gabriel, Andrés Colorados, Talles Costa e Marquinhos também podem ganhar oportunidades.

A delegação são-paulina passará a noite de quarta-feira em Lima, capital peruana, e seguirá para Cusco apenas na quinta, horas antes da partida. A logística foi montada dessa maneira para tentar reduzir o efeito da atitude nos atletas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.